sicnot

Perfil

País

Buscas por homem desaparecido na Nazaré suspensas

As buscas pelo homem alegadamente desaparecido na praia da Nazaré foram suspensas devido à falta de visibilidade e agitação marítima, informou o capitão do Porto da Nazaré à agência Lusa.

CARLOS BARROSO/LUSA

As buscas "por meios aéreos e navais ficam suspensas", continuando as patrulhas da Polícia Marítima da Nazaré "a bater a costa" à procura do corpo, disse o capitão do Porto da Nazaré, Gomes Agostinho.

"Não há visibilidade" e a agitação marítima está a criar "grandes adversidades" nas buscas pelo jovem de cerca de 20 anos que foi dado como desaparecido por populares por volta das 00:40, na praia da Nazaré, distrito de Leiria, afirmou.

Já tinham sido retiradas duas embarcações da Polícia Marítima e da Estação de Salva Vidas às 12:45 e o helicóptero da Força Aérea "não vai regressar para as buscas noturnas", devido à forte agitação marítima, acrescentou.

A corveta da Marinha vai ficar na área, referiu.

Até às 17:30, a capitania do Porto da Nazaré não tinha recebido qualquer "participação de um desaparecimento".

Segundo Gomes Agostinho, as três testemunhas, "bastante lúcidas, afirmaram que viram uma pessoa a entrar na água e que foi levada pelo mar".

"Vamos ver o que as próximas horas nos trazem de informação. Há demasiadas variáveis em jogo", sublinhou Gomes Agostinho, considerando que, face à agitação marítima, "seria expectável que o corpo desse à costa", mas que "há vários cenários" que podem impedir que tal aconteça.

Entretanto, "a área de possibilidade de descoberta do corpo vai crescendo a cada hora", estendendo-se já até sul de São Martinho do Porto, concelho de Alcobaça.

De acordo com o capitão do Porto da Nazaré, durante a noite de passagem de ano havia um dispositivo preparado com bombeiros, nadadores salvadores e Polícia Marítima para evitar que indivíduos entrassem no mar, numa noite de "forte agitação marítima".

"As pessoas cumprem no momento, mas depois voltam a entrar para o mar", notou.

O indivíduo poderia estar alcoolizado, segundo o relato das testemunhas à Capitania do Porto da Nazaré.

Com Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.