sicnot

Perfil

País

Buscas por homem desaparecido na Nazaré suspensas

As buscas pelo homem alegadamente desaparecido na praia da Nazaré foram suspensas devido à falta de visibilidade e agitação marítima, informou o capitão do Porto da Nazaré à agência Lusa.

CARLOS BARROSO/LUSA

As buscas "por meios aéreos e navais ficam suspensas", continuando as patrulhas da Polícia Marítima da Nazaré "a bater a costa" à procura do corpo, disse o capitão do Porto da Nazaré, Gomes Agostinho.

"Não há visibilidade" e a agitação marítima está a criar "grandes adversidades" nas buscas pelo jovem de cerca de 20 anos que foi dado como desaparecido por populares por volta das 00:40, na praia da Nazaré, distrito de Leiria, afirmou.

Já tinham sido retiradas duas embarcações da Polícia Marítima e da Estação de Salva Vidas às 12:45 e o helicóptero da Força Aérea "não vai regressar para as buscas noturnas", devido à forte agitação marítima, acrescentou.

A corveta da Marinha vai ficar na área, referiu.

Até às 17:30, a capitania do Porto da Nazaré não tinha recebido qualquer "participação de um desaparecimento".

Segundo Gomes Agostinho, as três testemunhas, "bastante lúcidas, afirmaram que viram uma pessoa a entrar na água e que foi levada pelo mar".

"Vamos ver o que as próximas horas nos trazem de informação. Há demasiadas variáveis em jogo", sublinhou Gomes Agostinho, considerando que, face à agitação marítima, "seria expectável que o corpo desse à costa", mas que "há vários cenários" que podem impedir que tal aconteça.

Entretanto, "a área de possibilidade de descoberta do corpo vai crescendo a cada hora", estendendo-se já até sul de São Martinho do Porto, concelho de Alcobaça.

De acordo com o capitão do Porto da Nazaré, durante a noite de passagem de ano havia um dispositivo preparado com bombeiros, nadadores salvadores e Polícia Marítima para evitar que indivíduos entrassem no mar, numa noite de "forte agitação marítima".

"As pessoas cumprem no momento, mas depois voltam a entrar para o mar", notou.

O indivíduo poderia estar alcoolizado, segundo o relato das testemunhas à Capitania do Porto da Nazaré.

Com Lusa

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.