sicnot

Perfil

País

"Vivemos um tempo de incerteza"

"Vivemos um tempo de incerteza"

Cavaco Silva diz que o país vive "um tempo de incerteza" e que há um país real que muitos agentes políticos desconhecem. Na última mensagem de Ano Novo que dirige ao país enquanto Presidente da República, faz um balanço de dez anos de mandato diz que é fundamental combater as desigualdades e sublinha que há um modelo político, económico e social a defender.

  • Direita elogia mensagem e mandatos de Cavaco
    1:28

    País

    O PCP comentou a mensagem de Ano Novo do Chefe de Estado dizendo que Portugal não precisa de mais presidentes como Cavaco Silva. Já o Bloco de Esquerda considera que o discurso marca o fim "de 20 anos de cavaquismo". O PSD e o CDS elogiaram os mandatos de Cavaco e deixaram críticas ao PS.

  • A mensagem de Ano Novo do Presidente
    7:38

    País

    Cavaco Silva diz que o país vive "um tempo de incerteza" e que há um país real que muitos agentes políticos desconhecem. Na última mensagem de Ano Novo que dirige ao país enquanto Presidente da República, faz um balanço de dez anos de mandato e defende que é fundamental combater as desigualdades e as situações de pobreza e exclusão social.

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.