sicnot

Perfil

País

Buscas por desaparecido na Nazaré podem prolongar-se até sexta-feira

As buscas em terra para encontrar o homem desaparecido na praia da Nazaré, na noite da Passagem do Ano, foram suspensas perto das 18:00 devido à falta de visibilidade, divulgou a Capitania do Porto local.

CARLOS BARROSO

"Mantivemos todos os meios até ao limite do possível, [com] os bombeiros com as moto quatro, não cabinadas, num grande esforço devido às condições adversas, a desmobilizarem cerca das 17:50 e a Polícia Marítima, nas pick-ups, a patrulharem até às 18:00, mas todos os esforço foram infrutíferos", disse à agência Lusa o capitão do Porto da Nazaré, Gomes Agostinho.

As buscas, retomadas às 08:00 de hoje, envolveram elementos da Polícia Marítima e efetivos das capitanias da Nazaré, Figueira da Foz e Peniche, apoiados por viaturas todo o terreno, e bombeiros das corporações da Nazaré e de S. Martinho do Porto.

Na terça-feira será mantido "o mesmo dispositivo" e, segundo Gomes Agostinho, "as buscas irão manter-se até sexta-feira", se até lá não for avistado o corpo, que "pode estar preso em redes e demorar ainda algum tempo a vir à superfície".

Se depois desta data continuarem a não ser avistados vestígios do jovem desaparecido na noite da Passagem do Ano, "passaremos a fazer as patrulhas normais porque terão passado mais de oito dias".

As buscas, por mar e por terra, iniciaram-se no primeiro dia do ano, depois de, pouco tempo após a Passagem do Ano, ter sido dado o alerta, por populares, sobre o desaparecimento de um jovem, alegadamente levado pelo mar, durante os festejos, na Nazaré.

Setenta e duas horas depois as buscas passaram a ser feitas apenas em terra por viaturas todo-o-terreno e outras que percorreram a orla costeira entre Peniche e a Figueira da Foz, nos distritos de Leiria e de Coimbra, mas não avistaram sinais do desaparecido, como sapatos ou peças de roupa.

Na sexta-feira, a Capitania do Porto da Nazaré recebeu uma participação do desaparecimento de um jovem polaco, de 24 anos.

No sábado, em comunicado, o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) confirmou o desaparecimento do jovem, aluno da instituição, que frequentava o mestrado em Engenharia da Energia e do Ambiente ao abrigo do programa europeu Erasmus.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.