sicnot

Perfil

País

Retomadas buscas em terra para encontrar corpo de jovem desaparecido na Nazaré

As buscas para encontrar o corpo do jovem que desapareceu na noite da passagem de ano na praia da Nazaré foram retomadas hoje de manhã, apenas por terra, disse à agência Lusa o capitão do porto local.

Nazaré voltou, este ano, a testemunhar algumas das maiores ondas do mundo.

Nazaré voltou, este ano, a testemunhar algumas das maiores ondas do mundo.

© Rafael Marchante / Reuters

As condições climatéricas estão a dificultar o trabalho das equipas de buscas, particularmente nas zonas rochosas e de arriba, afirmou o capitão do porto da Nazaré, Paulo Gomes Agostinho.

De acordo com a mesma fonte, "já não fazem sentido" nesta fase as buscas por mar, além que as condições meteorológicas "não permitem operar junto à costa".

As buscas foram retomadas às 08:00 de hoje nas mesmas áreas e com os mesmos meios que têm estado a ser utilizados e que incluem equipas da Polícia Marítima e dos bombeiros da região.

No domingo, bombeiros e efetivos da Polícia Marítima, apoiados por viaturas todo-o-terreno e outras, percorreram a orla costeira entre Peniche e a Figueira da Foz, nos distritos de Leiria e de Coimbra, mas não avistaram sinais do desaparecido, como sapatos ou peças de roupa.

Pouco depois da meia-noite, completaram-se 72 horas do desaparecimento de um jovem, levado pelo mar na praia da Nazaré, na passagem do ano, o que foi testemunhado por populares.

Além da Polícia Marítima, as buscas também têm envolvido equipas dos Bombeiros Voluntários da Nazaré e de São Martinho do Porto.

Na sexta-feira passada, a Capitania do Porto da Nazaré recebeu uma participação do desaparecimento de um jovem polaco, de 24 anos.

No sábado, em comunicado, o Instituto Politécnico de Leiria confirmou o desaparecimento do jovem, aluno da instituição, que frequentava o mestrado em Engenharia da Energia e do Ambiente ao abrigo do programa europeu Erasmus.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.