sicnot

Perfil

País

Todos absolvidos no caso de cativeiro em Coruche

Foram absolvidos de todos os crimes os seis acusados no caso do alegado sequestro de uma idosa e do filho deficiente profundo. O acórdão foi conhecido hoje no Tribunal de Santarém.

Na leitura do acórdão, o coletivo de juízes afirmou estar a decidir em função da prova produzida.

Os crimes foram cometidos entre 2008 e 2009 numa localidade de Coruche. Mãe, de 68 anos, e filho, de 41, foram mantidos em cativeiro durante mais de um ano.

Depois de resgatados pela Polícia Judiciária, passaram a viver num lar.

Os arguidos, seis familiares das vítimas, estavam acusados de dois crimes de sequestro, de extorsão e de violência doméstica. Todos negavam as acusações.

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.