sicnot

Perfil

País

Oito barras fechadas devido à forte agitação marítima

Oito barras de Portugal continental estão hoje fechadas a toda a navegação e outras duas condicionadas devido à agitação marítima forte, prevendo-se ondas com quatro a cinco metros, segundo a Marinha portuguesa.

LUSA

De acordo com informação disponível na página da Marinha na Internet, estão fechadas a toda a navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro, Figueira da Foz e São Martinho do Porto.

A Marinha indica também que as barras de Viana do Castelo e Aveiro estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 30 e 35 metros, respetivamente.

Por causa da agitação marítima, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob 'Aviso Amarelo', o terceiro mais grave de uma escala de quatro, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro entre as 02:00 de hoje e as 06:00 de quarta-feira, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros.

O 'Aviso Amarelo', o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O instituto prevê para hoje na costa ocidental ondas de noroeste com quatro a cinco metros, sendo de 3,5 a 4,5 metros a sul do Cabo Raso.

Na costa sul, os meteorologistas prevêm ondas de sudoeste com um a dois metros, sendo de dois a dois metros e meio na parte mais oeste.

O IPMA prevê para hoje no continente períodos de céu muito nublado, aguaceiros, que serão de neve acima de 800 metros nas regiões norte e centro, sendo fracos e pouco frequentes na região sul e condições favoráveis à ocorrência de trovoada e granizo nas regiões norte e centro, em especial até ao meio da tarde.

A previsão aponta também para vento fraco a moderado de noroeste, soprando temporariamente moderado a forte no litoral oeste e nas terras altas, com rajadas até 80 quilómetros por hora, neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais e descida de temperatura.

Em Lisboa, as temperaturas vão oscilar entre 11 e 13 graus Celsius, no Porto entre 08 e 11, em Viana do Castelo entre 07 e 11, em Braga entre 06 e 11, em Vila Real e Viseu entre 03 e 06, em Bragança entre 02 e 06, na Guarda entre 02 e 03, em Castelo Branco entre 06 e 09, em Coimbra entre 07 e 10, em Leiria entre 08 e 12, em Santarém entre 09 e 13, em Portalegre entre 05 e 07, em Évora entre 08 e 11, em Beja entre 08 e 12 e em Faro entre 11 e 16.

Para a Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, aguaceiros fracos até ao início da tarde, em especial nas vertentes norte, vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando temporariamente moderado a forte nas terras altas e pequena descida de temperatura.

No Funchal as temperaturas vão variar entre 15 e 20 graus.

O IPMA prevê para hoje para o arquipélago dos Açores períodos de céu muito nublado com abertas, aguaceiros fracos e vento fraco, tornando-se moderado a fresco com rajadas da ordem dos 55 quilómetros por hora.

Quanto às temperaturas, em Santa Cruz das Flores vão oscilar entre 13 e 18 graus, na Horta, Ponta Delgada e em Angra do Heroísmo entre 12 e 17.


Lusa

  • PSOE apresenta moção de censura contra Mariano Rajoy

    Mundo

    O PSOE apresenta hoje uma moção de censura contra o presidente do governo, Mariano Rajoy. A notícia está a ser avançada pelos meios de comunicação social espanhóis. Em causa está a condenação judicial de vários dirigentes do Partido Popular no caso de corrupção, conhecido como "Gurtel".

  • Assembleia-geral do Sporting marcada para 23 de junho
    2:57
  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Pelo menos 50 mortos em naufrágio na RD Congo

    Mundo

    Cinquenta corpos foram resgatados depois que um barco ter naufragado num rio no noroeste da República Democrática do Congo (RDCongo) na quarta-feira, de acordo com um relatório oficial entregue hoje à Agência France Presse (AFP).

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC