sicnot

Perfil

País

Quinze distritos sob aviso amarelo devido ao mau tempo

Quinze distritos do continente estão hoje sob 'Aviso Amarelo' devido à previsão de agitação marítima, queda de neve e vento forte, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Tobias Schwarz / Reuters

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro e Coimbra estão sob 'Aviso Amarelo' devido à previsão de agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com quatro a cinco metros entre 02:00 de hoje e as 06:00 de quarta-feira.

Estes distritos estão também sob 'Aviso Amarelo' por causa do vento forte (entre as 06:00 e as 21:00 de hoje), com rajadas da ordem dos 80 quilómetros por hora e devido à queda de neve acima dos 800 metros (entre as 02:00 de hoje e as 03:00 de quarta-feira).

O instituto colocou também sob 'Aviso Amarelo' os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda e Castelo Branco devido à queda de neve acima dos 800 metros entre as 02:00 de hoje e as 00:00 de quarta-feira.

Sob 'Aviso Amarelo' estão ainda os distritos de Leiria, Lisboa, Beja, Setúbal e Faro devido à agitação marítima (entre as 02:00 de hoje e as 18:00 de quarta-feira) e vento forte com rajadas da ordem dos 80 quilómetros por hora (entre as 06:00 e as 21:00 de hoje).

O 'Aviso Amarelo', o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O IPMA prevê para hoje no continente períodos de céu muito nublado, aguaceiros, que serão de neve acima de 800 metros nas regiões norte e centro, sendo fracos e pouco frequentes na região sul, e condições favoráveis à ocorrência de trovoada e granizo nas regiões norte e centro, em especial até ao meio da tarde.

A previsão do instituto aponta também para vento fraco a moderado de noroeste, soprando temporariamente moderado a forte no litoral oeste e nas terras altas com rajadas até 80 quilómetros por hora, neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais e descida de temperatura.

Em Lisboa, as temperaturas vão oscilar entre 11 e 13 graus Celsius, no Porto entre 8 e 11, em Viana do Castelo entre 7 e 11, em Braga entre 6 e 11, em Vila Real e Viseu entre 3 e 6, em Bragança entre 2 e 6, na Guarda entre 2 e 3, em Castelo Branco entre 6 e 9, em Coimbra entre 7 e 10, em Leiria entre 8 e 12, em Santarém entre 9 e 13, em Portalegre entre 5 e 7, em Évora entre 8 e 11, em Beja entre 8 e 12 e em Faro entre 11 e 16.

Para a Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, aguaceiros fracos até ao início da tarde, em especial nas vertentes norte, vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando temporariamente moderado a forte nas terras altas e pequena descida de temperatura.

No Funchal as temperaturas vão variar entre 15 e 20 graus.

O IPMA prevê para hoje para o arquipélago dos Açores períodos de céu muito nublado, com abertas, aguaceiros fracos e vento fraco, tornando-se moderado a fresco com rajadas da ordem dos 55 quilómetros por hora.

Quanto às temperaturas, em Santa Cruz das Flores vão oscilar entre 13 e 18 graus, na Horta, Ponta Delgada e em Angra do Heroísmo entre 12 e 17.

Lusa

  • Isto não é não jornalismo. Por Ricardo Costa

    Opinião

    Uma das decisões mais banais e corriqueiras do jornalismo assenta nas escolhas que se fazem no dia a dia. Que temas se abordam, que destaque se dá a este ou aquele assunto, que ângulos de abordagem se usam. São opções condicionadas por uma série de fatores - que vão do interesse e da novidade até questões tão básicas como o haver ou não jornalistas com tempo, meios e conhecimentos para o fazerem -, que estão e estarão na base de qualquer dia de trabalho numa redação.

    Ricardo Costa

  • "Não há nenhuma meta com Bruxelas", garante Centeno no Parlamento
    0:57

    Economia

    O ministro das Finanças afirma que o Programa de Estabilidade é debatido em Lisboa e não em Bruxelas.Esta manhã, no Parlamento, Mário Centeno assegurou ainda que as metas são as mesmas com que se comprometeu no programa do Governo e garante que não há nenhuma meta acordada com Bruxelas.