sicnot

Perfil

País

Ex-ministro diz que é demagógico relacionar morte em S. José com cortes na Saúde

Ex-ministro diz que é demagógico relacionar morte em S. José com cortes na Saúde

O anterior ministro da Saúde diz que é demagogia atribuir as morte em S. José aos cortes no sector. Fernando Leal da Costa diz que a recusa de escalas de prevenção por profissionais deve ser analisada pela Ordem dos Médicos.

  • Secretário de Estado diz que Ministério está a averiguar se houve mais mortes no S. José
    0:51

    País

    O secretário de estado da Saúde, Manuel Delgado, vem reforçar que o Ministério não tinha conhecimento do que se passava e que tudo será feito para corrigir a situação. David Duarte, 29 anos, foi internado no Hospital de S. José no dia 11 de dezembro, tendo-lhe sido diagnosticado uma hemorragia cerebral provocada por um aneurisma e a precisar de uma intervenção cirúrgica rápida. David Duarte acabaria por morrer sem a ter sido submetido à cirurgia por falta de neurocirurgião.

  • Falta de especialistas levou à morte de 5 pessoas no S. José desde 2014
    2:48

    País

    Cinco pessoas morreram por falta de equipas médicas no Hospital S. José durante os fins de semana. Segundo o jornal Expresso, e desde 2014, a falta de acordo com o Ministério da Saúde no pagamento das horas extraordinárias tornou fatal a espera para doentes que tinham grande probabilidade de sobreviver com a cirurgia. O Ministério Público abriu já um inquérito para apurar as circunstâncias da morte do jovem de 29 anos e que levaram a demissões em bloco.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.