sicnot

Perfil

País

Jerónimo de Sousa diz ter recebido incentivo de militantes para se manter na liderança do PCP

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse ter recebido incentivo dos militantes, população e apoiantes de outros partidos para se manter na liderança do Partido Comunista, mas sublinhou que a decisão é do Comité Central.

M\303\201RIO CRUZ

Em entrevista ao Programa "Terça à Noite" da Rádio Renascença, Jerónimo de Sousa diz ter dúvidas de que tenha chegado a hora de abandonar a liderança do Partido Comunista.

O secretário-geral do PCP sublinhou que a decisão é do Comité Central do PCP, mas afirmou que tem recebido o incentivo dos militantes, da população e até dos apoiantes de outros partidos.

"Eu não quero fazer elogios em boca própria, mas olhe que o sentimento que eu tenho - desde as deslocações que faço, da exposição pública, nas iniciativas do partido, nas campanhas eleitorais - se eu fizesse uma leitura pessoal disso, tiraria uma conclusão, que os meus camaradas de partido, os amigos do partido e muita gente mesmo que não é do meu partido, que consideram que eu devia continuar. Mas isto, como digo, é sempre uma decisão do Comité Central", frisou.

Na entrevista à rádio, Jerónimo Sousa disse também que o PCP nunca será "mera força de apoio" ao Governo.

O responsável sublinhou que não tem "nenhum problema de relacionamento com o Bloco de Esquerda", mas defendeu negociações separadas com o Partido Socialista (PS).

De acordo com o secretário-geral do PCP, "uma negociação conjunta seria uma "amálgama" em que se diluíam responsabilidades".

O líder comunista afirmou que este é um processo "mais exigente" para o PS e que o PCP não será nunca neste processo uma "mera força de apoio".

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.