sicnot

Perfil

País

PJ investiga alegado envenenamento de um menor por mãe que depois se suicidou

A Polícia Judiciária na Madeira está a investigar um alegado envenenamento de um menor de 11 anos pela própria mãe que a seguir ter-se-á suicidado, disse à Lusa fonte daquela força policial.

Uma mulher de 53 anos, residente na Ponta do Sol, concelho a oeste do Funchal, terá envenenado com "um pesticida o filho e depois ter-se-á suicidado", explicou a mesma fonte.

Os indícios recolhidos até agora por aquela força policial indicam "a existência de uma carta da mãe, dirigida à família, justificando a morte de ambos", o que indicia um homicídio seguido de suicídio.

O alerta foi dado pelas 02:40 aos bombeiros da Ribeira Brava, por uma familiar que encontrou mãe e filho já mortos em casa.

"Nós fomos chamados pelas 02:40 para um local na Ponta do Sol e quando chegámos deparámo-nos com uma mãe e um filho já com rigidez cadavérica", explicou o comandante dos bombeiros da Ribeira Brava, Agostinho Silva.

Foram chamados ao local o delegado de saúde e a Polícia de Segurança Pública. O caso foi posteriormente entregue à jurisdição da PJ, que ainda se encontra no local a recolher indícios.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42