sicnot

Perfil

País

PJ investiga alegado envenenamento de um menor por mãe que depois se suicidou

A Polícia Judiciária na Madeira está a investigar um alegado envenenamento de um menor de 11 anos pela própria mãe que a seguir ter-se-á suicidado, disse à Lusa fonte daquela força policial.

Uma mulher de 53 anos, residente na Ponta do Sol, concelho a oeste do Funchal, terá envenenado com "um pesticida o filho e depois ter-se-á suicidado", explicou a mesma fonte.

Os indícios recolhidos até agora por aquela força policial indicam "a existência de uma carta da mãe, dirigida à família, justificando a morte de ambos", o que indicia um homicídio seguido de suicídio.

O alerta foi dado pelas 02:40 aos bombeiros da Ribeira Brava, por uma familiar que encontrou mãe e filho já mortos em casa.

"Nós fomos chamados pelas 02:40 para um local na Ponta do Sol e quando chegámos deparámo-nos com uma mãe e um filho já com rigidez cadavérica", explicou o comandante dos bombeiros da Ribeira Brava, Agostinho Silva.

Foram chamados ao local o delegado de saúde e a Polícia de Segurança Pública. O caso foi posteriormente entregue à jurisdição da PJ, que ainda se encontra no local a recolher indícios.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.