sicnot

Perfil

País

Acidentes condicionam trânsito nas entradas à cidade de Lisboa

O trânsito nas principais entradas de Lisboa está hoje congestionado devido à chuva, que provocou vários acidentes, dois deles no IC 19, junto a Pina Manique, o primeiro no sentido Sintra/Lisboa e uma hora depois no contrário.

Às 10:00, eram várias as indicações de trânsito condicionado na aplicação Waze, na área de Lisboa

Às 10:00, eram várias as indicações de trânsito condicionado na aplicação Waze, na área de Lisboa

www.waze.com/livemap

Fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa explicou à agência Lusa que o acidente ocorrido pouco depois das 07:00 no IC 19 envolveu três viaturas, sem provocar feridos, e levou a um forte congestionamento numa das principias portas de entrada na cidade de Lisboa, onde cerca das 09:45 a circulação rodoviária ainda estava demorada.

Cerca das 8:45, enquanto ainda estava em fase de resolução o primeiro acidente junto a Pina Manique, no sentido Sintra-Lisboa, registou-se um outro acidente no sentido contrário, revelou a mesma fonte.

Segundo o site das Estradas de Portugal, ocorreram ao início da manhã de hoje ainda acidentes no Eixo Norte-Sul, na zona de Campolide, no sentido Sul-Norte e na Nacional número 06, junto a Paço de Arcos, condicionando o trânsito em ambos os sentidos.

A entrada na cidade de Lisboa através do seus pricipais acessos esteve hoje ao início da manhã muito complicada, devido a pequenos acidentes, em dia de mau tempo e chuva persistente.

Lusa

  • Incêndios em Portugal - um mês depois
    9:10

    Reportagem Especial

    Regressar a casa para refazer a vida é tudo o que querem as famílias a quem o fogo levou quase tudo, há cerca de um mês. Contudo, esse regresso não tem sido fácil. Depois dos incêndios, famílias e empresas ainda têm de vencer as burocracias. A Reportagem Especial deste sábado regressa a Seia, onde arderam mais de 70 casas de primeira habitação e onde a vida de muitos parece ter entrado num impasse.

  • CIP contra 600€ de salário mínimo, ameaça boicatar iniciativas do governo
    1:28

    Economia

    O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) está contra o aumento do salário mínimo para 600€. Em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, o presidente António Saraiva considerou a proposta "uma luta partidária" dos comunistas com o Bloco de Esquerda" e ameaça boicotar a presença em iniciativas publicas, promovidas pelo executivo.