sicnot

Perfil

País

Aviso amarelo em onze distritos devido ao mau tempo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) aumentou para 11 os distritos do continente sob 'Aviso Amarelo' devido à agitação marítima, chuva e vento forte cujas rajadas podem chegar aos 100 km/hora nas terras altas.

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas de sudoeste com 4 a 4,5 metros entre as 15:00 e as 23:59. (Arquivo)

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas de sudoeste com 4 a 4,5 metros entre as 15:00 e as 23:59. (Arquivo)

© Miguel Vidal / Reuters

Também em Portugal continental seis barras marítimas encontram-se fechadas devido ao estado do mar com previsão de ondulação entre o quatro a cinco metros.

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra estão sob 'Aviso Amarelo' entre as 06:00 de hoje e as 15:00 de sexta-feira devido à previsão de agitação marítima, com ondas com quatro a cinco metros.

Já os distritos de Bragança, Viseu, Guarda, Vila Real e Castelo Branco vão estar sob 'Aviso Amarelo' a partir das 00:00 de hoje e até às 15:00 de sexta-feira devido à previsão de vento forte com rajadas entre os 90/100 km/hora nas terras altas e períodos de chuva, por vezes forte.

O instituto colocou também o grupo central dos Açores (Graciosa, Terceira, São Jorge, Pico e Faial) sob 'Aviso Amarelo' devido à chuva, que poderá ser pontualmente forte e vento entre as 03:00 e as 15:00 de hoje.

O 'Aviso Amarelo', o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu muito nublado, períodos de chuva, mais intensa no Minho, e fraca na região sul, vento fraco a moderado de sudoeste, soprando moderado a forte no litoral oeste, com rajadas até 70 quilómetros por hora a norte do Cabo Raso, e forte, com rajadas até 90 quilómetros por hora, nas terras altas.

Está também prevista neblina ou nevoeiro em alguns locais e subida de temperatura, em especial da mínima.

Em Lisboa, as temperaturas vão oscilar entre 15 e 17 graus Celsius, no Porto entre 15 e 16, em Vila Real entre 12 e 13, em Bragança entre 11 e 12, em Viseu entre 11 e 13, na Guarda entre 8 e 12, em Castelo Branco entre 13 e 15, em Coimbra entre 13 e 16, em Évora entre 11 e 15, em Beja entre 12 e 16, em Santarém entre 15 e 18 e em Faro entre 15 e 18.

Nos Açores prevê-se períodos de céu muito nublado, por vezes com abertas para a tarde, chuva pontualmente forte na madrugada e manhã, passando a aguaceiros no grupo central e vento fresco com rajadas da ordem dos 70 quilómetros por hora.

Em Santa Cruz das Flores, as temperaturas vão variar entre 11e 16 graus, na Horta entre 12 e 17, Angra do Heroísmo entre 11 e 17 e em Ponta Delgada 12 e 18.

Na Madeira prevê-se céu com períodos de muita nebulosidade, possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca a partir da tarde e vento fraco, tornando-se moderado de sudoeste a partir do final da manhã.

No Funchal as temperaturas vão variar entre 14 e 20 graus.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.