sicnot

Perfil

País

Juíza da Relação do Porto condenada por peculato

A juíza Joana Salinas, desembargadora do Tribunal da Relação do Porto, foi esta tarde condenada a dois anos e seis meses de prisão pelo crime de peculato. A pena será suspensa mediante o pagamento de 5.500 euros à Caritas.

SIC

O Supremo Tribunal de Justiça deu como provado que a magistrada pagou a advogados para lhe fazerem projetos de acórdãos para assim escapar a um processo disciplinar por excesso de processos em atraso.

Joana Salinas pagava esse trabalho com dinheiro da Cruz Vermelha de Matosinhos, da qual é presidente.

O tribunal condenou também uma advogada do Porto, Alexandra Sá, a um ano de prisão, também com pena suspensa e obrigada a entregar dois mil euros.

O tribunal deu como provado que a magistrada pagou à advogada Alexandra Sá uma avença de 1.500 euros mensais para que esta estudasse e elaborasse acórdãos de processos da Relação do Porto.

No final do julgamento os advogados de Joana Salina e de Alexandra Sá não prestaram declarações.

  • Vários mortos em avalancha em Itália

    Mundo

    Várias pessoas morreram numa avalanche que atingiu um hotel numa estação de esqui na montanha de Gran Sasso, Itália, divulgaram os média locais citando as equipas de socorro. As autoridades italianas admitem a existência de cerca de 30 mortos.

    Em desenvolvimento

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..