sicnot

Perfil

País

Chuva, vento forte e queda de neve no fim de semana

O fim de semana vai ser marcado pela chuva, vento forte e queda de neve acima dos 1.400 metros, adiantou à agência Lusa a meteorologista Ângela Lourenço, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

PAULO NOVAIS

"A previsão para hoje é de chuva por vezes forte e que vai atravessar todo o território. Neste momento chove com alguma intensidade principalmente nas regiões norte e centro. A superfície frontal irá atravessar o território ao longo de todo o dia, pelo que a chuva intensa irá atingir também a região sul", explicou.

Ângela Lourenço informou que Portugal continental está numa situação de 'Aviso Amarelo' de rajadas de vento, chuva e agitação marítima, que vai afetar principalmente as regiões do norte e centro e também o Alentejo (no que diz respeito à precipitação).

"Vamos ter vento forte, com a rajada mais elevada a atingir 80 quilómetros por hora no litoral a norte do distrito de Leiria, essencialmente e nas terras altas rajadas da ordem dos 100 quilómetros por hora", disse.

No que diz respeito ao fim de semana, Ângela Lourenço salientou que está prevista a continuação da ocorrência de precipitação, tanto no sábado, como no domingo, nas regiões do norte e centro.

"No sábado, a manhã vai apresentar-se com precipitação fraca, aumentando a partir da tarde, e vai manter-se durante todo o dia de domingo. No fim de semana, o vento vai soprar também com intensidade e vamos continuar com agitação marítima na costa ocidental", adiantou a especialista.

Quanto às temperaturas previstas para hoje e para o fim de semana, Ângela Lourenço explicou que as mínimas vão oscilar ente os 10 e os 14 graus e as máximas entre 15 e 17.

"Vamos também ter queda de neve hoje e no fim de semana, acima dos 1.400 metros. A neve poderá cair na Serra da Estrela e nas serras que fazem fronteira com Espanha, como o Gerês, serra da Nogueira e do Larouco (distrito de Bragança)", disse.

Todos os distritos de Portugal continental, a Madeira e os grupos central e ocidental dos Açores estão hoje sob 'Aviso Amarelo' devido à chuva, vento forte e agitação marítima.

O 'Aviso Amarelo', o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

Lusa

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.