sicnot

Perfil

País

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem em Chaves

O Tribunal de Chaves decretou a prisão preventiva aos dois suspeitos de terem matado e enterrado um jovem de 15 anos no quintal de uma moradia, naquela cidade do distrito de Vila Real, disse hoje fonte policial.

Os dois suspeitos, uma mulher de 31 anos e um homem de 19 anos, foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ) e presentes a tribunal durante a tarde de quinta-feira, numa audiência que se prolongou até à madrugada de hoje.

Ambos vão aguardar julgamento em prisão preventiva e indiciados pelo crime de homicídio e de ocultação do cadáver de um rapaz que estava institucionalizado no Lar de Infância e Juventude, que pertence à Santa Casa da Misericórdia de Chaves.

O cadáver foi localizado no dia 04 de novembro de 2015, enterrado no jardim de uma vivenda, em Santa Cruz, na cidade de Chaves.

Os factos, segundo esclareceu a PJ, em comunicado, ocorreram em finais do mês de outubro, quando os suspeitos, "mediante plano previamente estabelecido e por motivo fútil, agrediram violentamente a vítima até à morte".

A polícia fala num crime com "utilização de violência física extrema", já que o jovem terá sido morto à pancada e o seu corpo posterirmente queimado, alegadamente para dificultar a identificação do cadáver.

Posteriormente, com a colaboração de dois jovens do sexo masculino e feminino, de 15 e 12 anos, respetivamente, procederam à ocultação do cadáver da vítima, que estava institucionalizada.

Os dois menores foram identificados pela PJ e sujeitos a medidas tutelares.

A PJ referiu que os suspeitos estão ainda indiciados por vários roubos "por esticão" e furto qualificado perpetrados nos últimos meses nas cidades de Lamego, Peso da Régua, Vila Real e Chaves.

Lusa

  • Morto à pancada, enterrado e queimado em quintal
    2:28

    País

    A Polícia Judiciária conseguiu finalmente identificar o corpo que apareceu num quintal de Chaves há dois meses. Trata-se de um jovem de 15 anos que estava institucionalizado na Escola Agrícola de Artes e Ofícios. Tudo indica que terá sido morto por elementos de um grupo que fazia assaltos em Chaves. A Judiciária de Vila Real não revela pormenores do crime mas adianta que os dois menores também identificados tiveram envolvimento na ocultação do cadáver.

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.