sicnot

Perfil

País

Três feridos após acidente em navio suíço ao largo do porto de Leixões

A queda ao mar de um tripulante de um navio mercante suíço, hoje ao largo do porto de Leixões, provocou três feridos, disse à Lusa fonte da Capitania do Porto do Douro e Leixões.

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

JOSE COELHO

Um navio mercante de nacionalidade suíça -- Basileia - transportando contentores com mercadoria e alguns veículos teve hoje de atracar no porto de Leixões após a queda de um tripulante ao mar, cuja operação de salvamento provocou mais dois feridos, explicou à Lusa Teixeira Pereira.

O navio mercante emitiu um alerta a pedir ajuda, tendo sido acionados os meios da capitania do porto de Leixões, designadamente uma embarcação salva-vidas e uma lancha da Polícia Marítima, acrescentou a mesma fonte.

Segundo Teixeira Pereira, a tripulação da própria embarcação acabou por conseguir recolher o tripulante, acabando por atracar no porto de Leixões para que a pessoa que caiu ao mar e os colegas feridos fossem ajudados pela equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Os três feridos foram transportados para o hospital, dois para o Pedro Hispano (Matosinhos) e um para o São João (Porto).

A causa da queda do tripulante ao mar ainda é desconhecida.

Um dos feridos, transportado para o Hospital Pedro Hispano, ficou politraumatizado e vai ser submetido a uma intervenção cirúrgica para ortopedia, estando com gravidade moderada, mas estável, disse fonte hospitalar, acrescentando que o segundo ferido é considerado ligeiro.

A Lusa contactou também a assessoria do Hospital de São João, mas até ao momento ainda não foi possível saber o estado do ferido para lá transportado.

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.