sicnot

Perfil

País

Pedro Norton deixa de ser presidente executivo da Impresa

O Conselho de Administração da Impresa nomeou Francisco Pedro Pinto Balsemão administrador-delegado (CEO) do grupo, na sequência da renúncia ao cargo de Pedro Norton, assumindo funções a 6 de março.

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, com Pedro Norton numa iniciativa da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, no início deste ano (Lusa/ Arquivo)

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, com Pedro Norton numa iniciativa da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, no início deste ano (Lusa/ Arquivo)

Miguel A. Lopes

Francisco Pedro Presas Pinto Balsemão é membro da comissão executiva e COO do grupo Impresa, com os pelouros de recursos humanos, assuntos jurídicos e sustentabilidade, desde outubro de 2012.

Licenciado em Direito pela Universidade Nova de Lisboa, o futuro presidente executivo da Impresa tem um mestrado em Direito pela Universidade de Oxford (Inglaterra) e fez ainda um curso geral de gestão na Nova School of Business and Economics, e programas avançados de gestão na Kellogg School of Management (Chicago) e na IMD Business School (Lausanne).

Francisco Pedro Pinto Balsemão iniciou a sua carreira em 2003 como advogado na Linklaters, em Lisboa, tendo ainda sido consultor de recursos humanos na empresa Heidrick & Struggles, antes de integrar a Impresa, em 2009, como diretor de recursos humanos.

Anteriormente, em 2007, esteve uma temporada na Missão de Portugal junto das Nações Unidas, em Nova Iorque, na Comissão dos Direitos Humanos.

O ainda presidente executivo da Impresa, Pedro Norton, afirma que a decisão de sair do grupo foi a "mais difícil" da sua vida profissional, mas "a vida faz-se de ciclos", refere numa carta enviada aos trabalhadores.

"Tomei, neste contexto, a decisão mais difícil da minha vida profissional: deixar a Impresa. A razão é só uma e é a que invoco. O meu futuro é uma página em branco, mas sempre fui um homem livre e sinto, em consciência, e na sequência de um muito longo período de maturação, que é chegada a altura certa, para a Impresa e para mim, de fechar um ciclo e de abrir outro", adianta.

  • Descobertos fósseis que podem provar existência de vida em Marte

    Mundo

    Fósseis com 3,77 mil milhões de anos, dos mais antigos já descobertos, foram identificados por cientistas de vários países na província do Quebec, no leste do Canadá. As descobertas coincidem no tempo com a altura em que Marte e a Terra tinham água líquida à superfície, o que levanta questões sobre a hipótese de vida extraterrestre.

  • As polémicas declarações de João Braga sobre os Óscares

    País

    A Associação SOS Racismo reagiu esta quarta-feira às palavras do fadista João Braga na sua página no Facebook, sobre a cerimónia de entrega dos Óscares, e disse esperar que a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial atue de forma exemplar face.

  • "Apelamos ao debate e somos criticados? Então m...."
    0:52
  • Oprah admite candidatar-se à Presidência dos EUA

    Mundo

    A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey admitiu, numa entrevista, que a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro a fez considerar a possibilidade de entrar na corrida à Casa Branca.

  • Temperaturas recorde no "último lugar da Terra"

    Mundo

    A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou esta quarta-feira que se registaram nos últimos 37 anos temperaturas altas recorde na Antártida, num local que foi descrito como "o último lugar da Terra".