sicnot

Perfil

País

Pedro Norton deixa de ser presidente executivo da Impresa

O Conselho de Administração da Impresa nomeou Francisco Pedro Pinto Balsemão administrador-delegado (CEO) do grupo, na sequência da renúncia ao cargo de Pedro Norton, assumindo funções a 6 de março.

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, com Pedro Norton numa iniciativa da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, no início deste ano (Lusa/ Arquivo)

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, com Pedro Norton numa iniciativa da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, no início deste ano (Lusa/ Arquivo)

Miguel A. Lopes

Francisco Pedro Presas Pinto Balsemão é membro da comissão executiva e COO do grupo Impresa, com os pelouros de recursos humanos, assuntos jurídicos e sustentabilidade, desde outubro de 2012.

Licenciado em Direito pela Universidade Nova de Lisboa, o futuro presidente executivo da Impresa tem um mestrado em Direito pela Universidade de Oxford (Inglaterra) e fez ainda um curso geral de gestão na Nova School of Business and Economics, e programas avançados de gestão na Kellogg School of Management (Chicago) e na IMD Business School (Lausanne).

Francisco Pedro Pinto Balsemão iniciou a sua carreira em 2003 como advogado na Linklaters, em Lisboa, tendo ainda sido consultor de recursos humanos na empresa Heidrick & Struggles, antes de integrar a Impresa, em 2009, como diretor de recursos humanos.

Anteriormente, em 2007, esteve uma temporada na Missão de Portugal junto das Nações Unidas, em Nova Iorque, na Comissão dos Direitos Humanos.

O ainda presidente executivo da Impresa, Pedro Norton, afirma que a decisão de sair do grupo foi a "mais difícil" da sua vida profissional, mas "a vida faz-se de ciclos", refere numa carta enviada aos trabalhadores.

"Tomei, neste contexto, a decisão mais difícil da minha vida profissional: deixar a Impresa. A razão é só uma e é a que invoco. O meu futuro é uma página em branco, mas sempre fui um homem livre e sinto, em consciência, e na sequência de um muito longo período de maturação, que é chegada a altura certa, para a Impresa e para mim, de fechar um ciclo e de abrir outro", adianta.

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.