sicnot

Perfil

País

Tempo vai melhorar, apesar da chuva e da neve

O mau tempo que se fez sentir durante o fim de semana em Portugal continental vai começar a melhorar a partir de hoje, apesar de ainda estarem previstos aguaceiros e queda de neve, disse o meteorologista Bruno Café.

reuters

"Vai desagravar. Hoje vamos ter uma melhoria, mas ainda com aguaceiros, a norte do sistema Montejunto- Estrela, sendo na forma de neve acima dos 800/1200 metros mais nas serras junto à fronteira na região norte. A queda de neve também é mais provável até ao meio da manhã e a partir do início da noite", adiantou à agência Lusa o meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo Bruno Café, a sul do sistema Montejunto-Estrela também ainda vão ocorrer períodos de chuva ou aguaceiros até ao final da manhã, em especial no baixo Alentejo e Algarve.

"Estes aguaceiros estão associados a uma superfície frontal fria, mas a partir de hoje não se deverá verificar mais precipitação. O vento também vai diminuir gradualmente de intensidade, passando a moderado e sendo ainda forte nas terras altas", explicou.

Bruno Café adiantou ainda que está prevista uma pequena descida da temperatura da ordem dos dois a quatro graus celsius.

"Quanto aos avisos de agitação marítima, as ondas de noroeste com quatro a cinco metros deverão passar a três metros e meio a quatro para o final do dia e temos aviso de queda de neve para as serras mais a norte de Portugal continental até ao meio da manhã", declarou.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15