sicnot

Perfil

País

Câmara de Lisboa alarga consulta pública do projeto da 2ª Circular até final do mês

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, anunciou hoje o alargamento, até ao dia 29 de janeiro, do prazo para a consulta pública do projeto para a Segunda Circular.

A ideia da autarquia de Lisboa é fazer da Segunda Circular um corredor arborizado como se vê na imagem

A ideia da autarquia de Lisboa é fazer da Segunda Circular um corredor arborizado como se vê na imagem

De acordo com fonte municipal, o anúncio foi feito "pelo presidente na reunião camarária privada" desta manhã.

A mesma fonte acrescentou que a indicação da prorrogação do prazo será colocada "nos suportes do município", como o 'site' -- em que estão disponíveis os documentos para consulta -- e as redes sociais.

Iniciada no dia 23 de dezembro, a consulta pública deveria terminar na próxima sexta-feira.

O objetivo é ouvir os lisboetas sobre o projeto da maioria socialista no executivo, que visa diminuir o tráfego de atravessamento na Segunda Circular através da reformulação de alguns acessos e dos nós de acesso ao IC19 (itinerário complementar) e à A1 (autoestrada), encaminhando o trânsito para a CRIL (Circular Regional Interior de Lisboa).

Prevê-se também a implantação de um separador central maior e arborizado (com mais de 500 exemplares), a plantação de 7.500 árvores na envolvente, a redução da largura das vias, a montagem de barreiras acústicas, a reabilitação da drenagem e do piso, a renovação da iluminação pública e da sinalética e a diminuição da velocidade, de 80 para 60 quilómetros/hora.

Estima-se que as obras custem perto de 12 milhões de euros (já contando com o Imposto sobre o Valor Acrescentado -- IVA) e que se iniciem no primeiro semestre deste ano, tendo a duração de 11 meses.

Na reunião de hoje, o vereador do CDS-PP, João Gonçalves Pereira, apresentou uma moção para prorrogar o prazo por 30 dias que acabou rejeitada, com os votos contra do PS e dos Cidadãos por Lisboa (eleitos nas listas socialistas), apesar de o PSD e o PCP também terem votado a favor.

"Esta é uma proposta que tem um impacto gigantesco na cidade de Lisboa e que está a ser alvo de críticas, que têm de ser entendidas pelo município como contributos", afirmou o centrista, que falava à Lusa à margem do encontro.

Sobre a rejeição, considerou haver uma "enorme arrogância da maioria absoluta" socialista.

Lusa

  • O que está em causa na requalificação da 2ª Circular
    8:15

    País

    Na via que há mais de 50 anos atravessa a capital, passam diariamente entre 100 e 110 mil carros. É a via de Lisboa com maior sinistralidade: nos últimos três anos registaram-se 409 acidentes com vítimas, 5 mortos e 16 feridos graves. A Câmara promete reduzir os números negros, diminuir o trânsito em 19%, o ruído para metade e a poluição naquela que é um dos principais pontos negros da cidade. Fomos conhecer os argumentos do projeto.

  • Nunes da Silva demite-se por causa da requalificação da Segunda Circular
    2:36

    País

    O antigo vereador da mobilidade da Câmara de Lisboa classifica de disparate a forma como vai ser implementado o projeto de requalificação da Segunda Circular. Fernando Nunes de Almeida renunciou ao mandato de deputado na Assembleia Municipal precisamente por discordar da política de urbanismo da autarquia. O especialista diz que antes de requalificar a segunda circular era preciso resolver primeiro os problemas da sinistralidade nesta via e fazer obras nos eixos transversais. Nunes de Almeida considera que a ordem de prioridades da câmara está invertida.

  • Segunda Circular vai ter menos asfalto e velocidade mais limitada
    1:21

    País

    Uma das principais artérias de Lisboa vai sofrer alterações de fundo. A 2ª Circular vai passar de via rápida a via urbana, com mais árvores, menos asfalto e velocidade limitada aos 60 quilómetros por hora. As alterações defendidas pela autarquia estão em discussão pública até ao final da próxima semana.

  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.