sicnot

Perfil

País

Ciclone que deve atingir os Açores vai provocar ventos de 100 km/hora

O ciclone tropical Alex, que deve atingir os Açores na quinta-feira, desloca-se a 22 quilómetros/hora, vai provocar vento na ordem dos 100 quilómetros/hora e ondas até oito metros, refere o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

O ciclone tropical Alex, que deve atingir os Açores na quinta-feira, desloca-se a 22 quilómetros/hora, vai provocar vento na ordem dos 100 quilómetros/hora e ondas até oito metros, refere o Instituto Português do Mar e da Atmosfera. (Arquivo)

O ciclone tropical Alex, que deve atingir os Açores na quinta-feira, desloca-se a 22 quilómetros/hora, vai provocar vento na ordem dos 100 quilómetros/hora e ondas até oito metros, refere o Instituto Português do Mar e da Atmosfera. (Arquivo)

ARMANDO FRANCA / AP

Em comunicado, divulgado hoje, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera refere que o ciclone tropical se encontra a 1.260 quilómetros do arquipélago dos Açores "com um deslocamento para nordeste a uma velocidade de 22 quilómetros/hora".

"Não se prevendo alteração da sua intensidade nas próximas 48 horas, deverá começar a condicionar o estado do tempo a partir de quinta-feira com vento médio na ordem dos 100 quilómetros/hora, com a possibilidade de ocorrência de fenómenos extremos de vento e ocorrência de precipitação forte", salienta o IPMA.

O IPMA prevê também "ondas com altura significativa entre os seis e os oito metros de sul-sueste".

O instituto sugere o acompanhamento da evolução da situação "pelos devidos canais de informação".

Lusa

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".