sicnot

Perfil

País

Pedro Marques vai à AR na próxima quarta-feira falar da TAP e das portagens

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, vai ao Parlamento na próxima quarta-feira, a pedido do PCP e do CDS-PP, para uma audição sobre a TAP e sobre a estratégia do Governo para as portagens.

Pedro Marques, ministro do Planeamento e Infraestruturas

Pedro Marques, ministro do Planeamento e Infraestruturas

ARTV

Pedro Marques será ouvido sobre a TAP e sobre a estratégia do Governo para a gestão dos pórticos rodoviários na próxima quarta-feira, dia 20, anunciou hoje o presidente da comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, Hélder Amaral.

A audição do governante que está a negociar com os novos donos da TAP - David Neeleman e Humberto Pedrosa - a reversão do negócio, para o Estado voltar a ficar com a maioria do capital do grupo, foi aprovada por unanimidade a 16 de dezembro, na sequência de dois requerimentos apresentados pelo PCP e pelo CDS-PP.

Na semana seguinte, será a vez do presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), António Ramalho, explicar a intenção de introduzir portagens em novos lanços das autoestradas A3 e A4, que, segundo avançou o Jornal de Notícias, representaria uma receita anual de 15 milhões de euros.

Na sequência dessas notícias, Pedro Marques garantiu não estar previsto qualquer plano para introduzir portagens na A3 e na A4.

"A este Governo, à data, não foram apresentadas propostas nesse sentido. Se foram apresentadas ao governo anterior, só pode responsabilizar os responsáveis do governo anterior", declarou, na altura.

O ministro sublinhou que não pediu qualquer proposta à Infraestruturas de Portugal (antiga Estradas de Portugal) para criar novas portagens.

  • A semana em revista

    Mundo

    Com a semana a chegar ao fim, a SIC Notícias apresenta-lhe, num único artigo, os destaques que marcaram a atualidade nos últimos dias. Um espaço onde pode ficar a saber, ou simplesmente recordar, os temas que marcaram a semana noticiosa.

    André de Jesus