sicnot

Perfil

País

Serviço de Utilização Comum dos Hospitais omite dívida de 45 milhões

Segundo o Tribunal de Contas, o Serviço de Utilização Comum dos Hospitais omitiu uma dívida de 45 milhões de euros entrando, assim, em falência técnica.

Grande parte das dívidas devem-se a um empréstimo de mais de 17 milhões de euros concedido por três centros hospitalares de Lisboa. O valor foi omitido nos relatórios e contas de 2013 e 2014 e só foi corrigido em setembro do ano passado.
De acordo com o Tribunal de Contas, que aplicou já aplicou uma multa ao presidente do organismo, a ocultação da dívida terá acontecido para possibilitar novos empréstimos.

O Serviço de Utilização Comum dos Hospitais é uma associação privada, sem fins lucrativos, que tem como sócios quase 60 entidades do Ministério da Saúde, Hospitais e administrações de saúde.

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.