sicnot

Perfil

País

Suspeito de corrupção em centros de saúde é funcionário da ARS Norte

O homem detido hoje pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de corrupção em obras nos centros de saúde do Norte é funcionário da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, disse à Lusa fonte daquele organismo.

(Arquivo) 

(Arquivo) 

Segundo a mesma fonte, o detido é um engenheiro com funções técnicas na ARS Norte.

A PJ anunciou hoje a detenção de um homem de 63 anos suspeito de ter "violado as suas obrigações funcionais em processos de adjudicação e acompanhamento de obras de centros de saúde da zona Norte".

Em comunicado, a PJ refere que indivíduo, funcionário público e suspeito de um crime de corrupção ativa, foi detido em cumprimento de um mandado emitido pelo Ministério Público, sendo que a sua conduta terá causado "elevado prejuízo ao erário público".

A polícia salienta que "o suspeito, pelo menos desde 2010, terá violado as suas obrigações funcionais em processos de adjudicação e acompanhamento de obras em Centros de Saúde da Zona Norte".

No âmbito das diligências que a PJ efetuou na quinta-feira, que incluiram buscas domiciliária, ao local de trabalho e a uma instituição bancária, foi apreendido "um montante superior a meio milhão de euros em dinheiro, além de objetos de ourivesaria e coleções de relógios de valor avultado".

A investigação, titulada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto (DIAP), "prosseguirá para apuramento de outros envolvidos" naquele "esquema de corrupção", sublinha a PJ.

O detido vai ser agora presente a primeiro interrogatório para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Em comunicado enviado à Lusa, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) garante que nenhum "membro do conselho diretivo, nem qualquer outro dirigente desta instituição, foi detido" no âmbito deste processo de investigação da PJ.

Contactada pela Lusa, fonte da ARS confirmou que a PJ esteve na quinta-feira naquelas instalações no âmbito de um processo "antigo".

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC