sicnot

Perfil

País

Governo diz que não há portugueses mortos ou feridos no ataque no Burkina Faso

O secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, disse hoje à Lusa que não há registo de portugueses mortos ou feridos no ataque terrorista no Burkina Faso.

© Reuters TV / Reuters

"De acordo com as informações que conseguimos recolher por via do nosso gabinete de emergência consular, não há registo de portugueses feridos ou mortos no âmbito desses incidentes que ainda estão a ter desenvolvimentos", declarou o secretário de Estado à Lusa.

Pelo menos 23 pessoas de 18 nacionalidades distintas foram mortas no ataque terrorista ao hotel Splendid, em Ouadagougou, no Burkina Faso, ação que teve início ainda na noite de sexta-feira e que também atingiu o café-restaurante Cappuccino, que fica nas proximidades do hotel.

"Portanto, nós continuaremos a acompanhar os desenvolvimentos no seguimento desse atentado na capital do Burkina Faso", acrescentou José Luís Carneiro.

O secretário de Estado disse que há a "confirmação de que há duas empresas portuguesas de construção civil que têm trabalhadores portugueses a desenvolver a sua atividade profissional na capital desse país africano".

"Neste momento, não podemos afirmar com rigor o número de portugueses que estão a trabalhar para essas empresas. Porque, como é de conhecimento público, muitos dos portugueses que saem para trabalhar no estrangeiro não procedem à sua inscrição consular e nem dão conhecimento às autoridades nacionais das suas deslocações", referiu ainda José Luís Carneiro.

"De qualquer forma, estamos a procurar detetar essa presença e a sua dimensão, mas as informações que temos pelos contactos com estas empresas que lá desenvolvem atividade é de que não há efetivamente portugueses vítimas desse atentado", acrescentou.

Uma fonte das forças de segurança do Burkina Faso confirmou à agência de notícias francesa AFP que as operações das forças de segurança no hotel foram encerradas essa manhã, mas que as buscas continuam ao redor do hotel Splendid e do café-restaurante Cappuccino.

Cento e vinte e seis pessoas, 33 das quais com ferimentos, foram resgatadas no hotel pelas forças de segurança do Burkina Faso, que tiveram a ajuda de forças internacionais na operação, nomeadamente francesas.

Quatro jihadistas, incluindo duas mulheres, foram mortos na operação das forças de segurança e, alegadamente, um quinto terrorista teria fugido do local, segundo algumas testemunhas.

O hotel Splendid é geralmente utilizado por funcionários da ONU e por cidadãos ocidentais, sensivelmente os mesmos frequentadores do café-restaurante Cappuccino, localizado em frente ao hotel e também atingido no ataque.

Lusa

  • 6 polícias feridos e 4 detidos em manifestação pela morte de português em Londres
    1:29

    Mundo

    A manifestação começou ainda durante a tarde deste domingo, na capital britânica e culminou em violência, com 6 polícias feridos, 4 pessoas detidas e a evacuação de uma das principais estações de transportes da zona leste da Londres. Os manifestantes acusam a polícia britânica de agressão na noite de 15 de junho, quando um português, de 25 anos, foi mandado parar pela polícia. O jovem acabou por morrer no hospital 5 dias depois.

  • Novo avião da TAP a lembrar o passado
    1:32
  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01

    País

    Um avião da TAP voltou a cruzar-se este domingo com um drone, enquanto se preparava para aterrar no aeroporto de Lisboa. A aproximação deu-se a 900 metros de altitude e passou muito perto da asa da aeronave. Este é o 10.º incidente com drones este ano e o 6.º este mês.

  • Bruno Fernandes já está em Lisboa
    4:53

    Mercado de transferências

    Bruno Fernandes já está em Lisboa a dar autógrafos com a camisola do Sporting. André Moreira, guarda-redes do Atlético Madrid, oficializado em breve no Benfica. Eis as últimas do mercado de transferências, por Gonçalo Azevedo Ferreira.

  • Os russos adoram Portugal
    2:48

    Taça das Confederações

    Os portugueses que foram à Rússia para a Taça das Confederações ficaram surpreendidos pela forma calorosa com que todos foram recebidos. Cristiano Ronaldo é o grande responsável por esta paixão pelo nosso país.

    Enviados SIC

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.