sicnot

Perfil

País

Presidente da associação SOL morre aos 69 anos

A presidente e fundadora da associação SOL, Teresa Almeida, morreu esta quarta-feira, aos 69 anos, na sua casa em Lisboa, vítima de cancro, adiantou à Lusa a direção da associação de apoio a crianças infetadas com o vírus da sida.

Em 2003 a SOL conquistou, enquanto organização não-governamental o estatuto especial consultivo no Conselho Económico e Social das Nações Unidas. (Arquivo)

Em 2003 a SOL conquistou, enquanto organização não-governamental o estatuto especial consultivo no Conselho Económico e Social das Nações Unidas. (Arquivo)

SIC

Pedro Bogarim, amigo de Teresa Almeida e membro da direção da SOL, recorda a presidente e fundadora da instituição como "uma benemérita" que dedicou a vida à "associação pioneira" que criou, a 17 de dezembro de 1993, "quando a discriminação em Portugal em relação à doença era muito forte".

O trabalho desenvolvido pela SOL junto das crianças passa pela "elaboração e desenvolvimento de projetos de vida para as crianças infetadas e afetadas pelo vírus da sida", fornecendo acompanhamento psicológico e social, promovendo a integração escolar e ajudando no acompanhamento hospitalar.

A associação acompanha também mães, pais e grávidas infetados pelo vírus HIV/sida, e promove ações de sensibilização e informação à população sobre a doença.

O trabalho desenvolvido pela associação SOL sob a liderança de Teresa Almeida foi distinguido pela UNESCO, no ano 2000, e, no ano seguinte, com o Prémio dos Direitos Humanos da Assembleia da República.

Em 2003 a SOL conquistou enquanto organização não-governamental o estatuto especial consultivo no Conselho Económico e Social das Nações Unidas.

Antes de fundar e se dedicar à associação SOL, Teresa Almeida exerceu a sua atividade profissional na área da psicologia infantil.

Lusa

  • CGTP espera milhares na 1ª manifestação nacional do ano
    1:49

    País

    A CGTP-IN conta ter "dezenas de milhares de trabalhadores" de todo o país e setores de atividade na primeira manifestação nacional do ano, marcada para esta tarde, em Lisboa, em defesa da valorização do trabalho e dos trabalhadores.Estão previstas centenas de autocarros e quatro comboios especiais, um de Braga e três do Porto, para transportar os manifestantes para a capital.De Coimbra saíram 13 autocarros, com cerca de 700 trabalhadores, de setores diferentes para exigir ao governo reposição de direitos perdidos.

  • A semana em revista

    Mundo

    Com a semana a chegar ao fim, a SIC Notícias apresenta-lhe, num único artigo, os destaques que marcaram a atualidade nos últimos dias. Um espaço onde pode ficar a saber, ou simplesmente recordar, os temas que marcaram a semana noticiosa.

    André de Jesus

  • Registadas mais de 500 queimadas em 12 horas

    País

    A Proteção Civil registou esta sexta-feira, no distrito de Viana do Castelo, entre as 06:00 e as 18:00, 515 queimadas, mais cerca de uma centena das contabilizadas na quinta-feira, sendo que três terão dado origem a incêndios florestais.