sicnot

Perfil

País

Três condenados a prisão efetiva por contrabando de tabaco na Guarda

Três arguidos foram hoje condenados pelo Tribunal da Guarda a penas de prisão efetiva no âmbito de um processo de contrabando de tabaco, que envolvia 36 pessoas singulares e seis empresas.

© Michaela Rehle / Reuters (Arquivo)

Um dos arguidos foi condenado a quatro anos e nove anos de prisão efetiva, outro a quatro anos e o terceiro a três anos e dez meses pelos crimes de contrabando, contrabando qualificado e contrabando de circulação qualificado.

A sentença foi proferida no edifício do tribunal da Guarda, apesar de o mega julgamento, que envolveu mais de uma centena de testemunhas e mais de 60 volumes processuais, ter decorrido nas instalações da Associação Empresarial NERGA, no Parque Industrial daquela cidade.

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),