sicnot

Perfil

País

Utentes do SNS referenciados vão deixar de pagar análises e exames nas urgências

Utentes do SNS referenciados vão deixar de pagar análises e exames nas urgências

Os utentes do Serviço Nacional de Saúde vão deixar de pagar todas as análises e exames que fizerem nas urgências dos hospitais, desde que sejam referenciados pelo médico de familia ou pela linha Saúde 24. O ministro da Saúde confirmou esta quarta-feira que a medida entra em vigor com o Orçamento do Estado para 2016. Adalberto Campos Fernandes está também a preparar novos incentivos para os médicos que queiram ir trabalhar para o Interior e Algarve.

  • Gastos com a Saúde disponíveis a partir de 1 de fevereiro num portal do SNS
    0:24

    País

    O Serviço Nacional de Saúde (SNS) vai contar com um portal informático a partir de 1 de fevereiro, onde estará disponível toda a informação sobre os gastos na Saúde, isso mesmo foi anunciado esta manhã pelo ministro da Saúde. Adalberto Campos Fernandes prometeu também para dia 29 deste mês um novo modelo de urgências para a Área Metropolitana de Lisboa.

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.