sicnot

Perfil

País

Família de jovem que morreu em S. José entrega queixa-crime

A família do jovem David Duarte, de 29 anos, que morreu no Hospital São José na madrugada de 14 de dezembro apresentou hoje uma queixa-crime "contra todos os envolvidos na cadeia de decisão", incluindo a nível ministerial.

Em declarações à agência Lusa, a advogada da família, Cristina Malhão, confirmou que a queixa foi entregue hoje ao início da tarde no Ministério Público.

"Não posso especificar contra quem foi feita a queixa. Mas foi contra toda a cadeia de responsáveis pelos factos, dos titulares de todos os cargos com responsabilidades", afirmou, confirmando que isso inclui cargos ministeriais.

A família de David Duarte -- que morreu com um aneurisma roto por alegada falta de assistência - pretende apurar todas as responsabilidades e saber se os meios do Serviço Nacional de Saúde (SNS) foram bem geridos.

"Não faz sentido deixar ninguém de fora. Pretendemos verificar até ao mais alto nível qual o tipo de responsabilidades", adiantou à Lusa a advogada Cristina Malhão.

Apesar de haver já um inquérito a decorrer no Ministério Público, a família decidiu exercer o seu direito de apresentar uma queixa-crime.

Para Cristina Malhão, faria sentido juntar os dois processos, mas essa é uma decisão que terá de ser tomada pelo Ministério Público.

O caso de David Duarte, que deu entrada no São José com um aneurisma roto, motivou já a constituição de um grupo coordenador da Urgência Metropolitana de Lisboa para avaliar os "constrangimentos existentes" nos hospitais e preparar soluções que devem começar a ser aplicadas no próximo mês.

O ministro da Saúde e os dirigentes da saúde demissionários na sequência deste caso foram já ouvidos esta semana no parlamento.

O ministro Adalberto Campos Fernandes afirmou que o caso de David Duarte é uma lição sobre os cortes e de como estes "não são perigosos pela sua plenitude, mas pela falta de seletividade".

David Duarte deu entrada no hospital de São José numa sexta-feira a necessitar de uma intervenção da área da neurocirurgia, tendo acabado por não ser intervencionado alegadamente por falta de equipa especializada.

Lusa

  • Caso de David não é único no SNS

    País

    Vários médicos e enfermeiros garantem que o caso de David Duarte, que morreu à espera de ser operado, não é caso único. Fonte do Hospital de São Josédisse ao jornal Expresso que houve mais quatro doentes com rotura de aneurisma que também não sobreviveram ao sábado e ao domingo de espera, desde abril de 2014.

  • Morte no Hospital de S. José é "uma lição" sobre os perigos dos cortes
    2:42

    País

    O ministro da Saúde entende que os cortes na saúde não podiam ter deixado o Hospital de S. José sem uma resposta para a neurorradiologia e a neurocirurgia vascular. Sem nunca rerefir os nomes, Adalberto Campos Fernandes criticou hoje no Parlamento o presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e a presidente do Hospital de S. José, que ontem defenderam que David Duarte, o homem que morreu devido a um aneurisma roto, não tinha condições clínicas para ser transferido para outro hospital.

  • Teresa Sustelo confirma que S. José não fez nenhum contacto para outro hospital
    0:48

    New Articles

    A administradora do Centro Hospitalar de Lisboa Central, que integra o S. José, confirmou esta tarde que não foi feito nenhum contacto para outro hospital, para transferir o jovem David Duarte que morreu na sequência de um aneurisma roto. Teresa Sustelo disse na audição parlamentar que o hospital seguiu as diretivas internacionais para estes casos, que aconselham o mínimo movimento possível para o doente.

  • Hospital de Santa Maria nunca foi chamado a socorrer David Duarte
    1:18

    País

    O Hospital de Santa Maria nunca foi chamado a socorrer David Duarte, o homem de 29 anos morreu no Hospital São José devido a um aneurisma. Isso mesmo foi confirmado esta manhã pelo presidente do Centro Hospitalar de Lisboa Norte, que está a ser ouvido no Parlamento. O responsável sublinhou que o Hospital de Santa Maria está preparado há oito anos para responder aos casos como o de David Duarte.

  • Quatro hospitais em Lisboa podiam ter feito cirurgia a David Duarte
    1:38

    País

    Desde 2014 que não há equipas de neurocirurgia vascular de escala aos fins de semana no Hospital de São José, porque os enfermeiros e os técnicos se recusam a trabalhar devido aos cortes de 50% impostos pelo anterior Governo. No caso de David Duarte, na semana passada, havia quatro hospitais, três públicos e um privado, disponíveis em Lisboa para operar ruturas de aneurisma. Mas nenhum foi contactado pelo Hospital de São José para operar o jovem.

  • Mãe de David Duarte pede justiça e quer que morte do filho sirva de exemplo
    0:20

    País

    Zelia Fonseca, mãe de David Duarte, pede justiça e promete fazer tudo para que a morte do filho sirva de exemplo e não se repitam outros casos. David Duarte, 29 anos, foi internado no Hospital de S. José no dia 11 de dezembro, tendo-lhe sido diagnosticado uma hemorragia cerebral provocada por um aneurisma e a precisar de uma intervenção cirúrgica rápida. David Duarte acabaria por morrer sem ter sido submetido à cirurgia por falta de neurocirurgião.

  • Secretário de Estado diz que Ministério está a averiguar se houve mais mortes no S. José
    0:51

    País

    O secretário de estado da Saúde, Manuel Delgado, vem reforçar que o Ministério não tinha conhecimento do que se passava e que tudo será feito para corrigir a situação. David Duarte, 29 anos, foi internado no Hospital de S. José no dia 11 de dezembro, tendo-lhe sido diagnosticado uma hemorragia cerebral provocada por um aneurisma e a precisar de uma intervenção cirúrgica rápida. David Duarte acabaria por morrer sem a ter sido submetido à cirurgia por falta de neurocirurgião.

  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12

    Reportagem Especial

    Quase cinco mil emigrantes regressaram à Madeira nos últimos meses por causa da crise económica, social e política na Venezuela. Os pedidos de ajuda ao Governo Regional dispararam. Muitos luso-venezuelanos voltaram às origens com pouco mais do que a roupa do corpo. "A Minha Outra Pátria", Reportagem Especial de hoje.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Como fugir às comissões bancárias
    7:24

    Contas Poupança

    Há muitos casos em que ter uma conta no banco está a dar prejuízo. Os juros são tão baixos e as comissões de manutenção de conta são tão altas que há portugueses que todos os meses perdem dinheiro apenas porque têm dinheiro no banco. O Contas Poupança foi à procura de alternativas.

  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Produtores de maçã de Armamar dizem não ter recebido resposta do Ministério
    2:14

    País

    Os produtores de maçã de Armamar estão preocupados. Parte da produção foi destruída pelo mau tempo. Contudo, duas semanas depois, ainda não há resposta do Ministério da Agricultura aos pedidos de ajuda. Mais de 60 produtores com 800 hectares foram afetados e as árvores atingidas pelo granizo podem não conseguir produzir no próximo ano.

  • Bebé Charlie Grad já não vai receber tratamento nos EUA

    Mundo

    A mãe de Charlie Grad disse esta segunda-feira que o bebé poderia ter vivido uma vida normal, caso tivesse começado a receber tratamento cedo. Já o pai admitiu que o filho não iria viver até ao primeiro aniversário. O bebé foi diagnosticado com uma doença rara e um hospital em Inglaterra pediu permissão para desligar a ventilação artificial e fornecer-lhe cuidados paliativos. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou e, até hoje, os pais travaram uma batalha na Justiça para suspender a decisão na esperança de irem tratar o filho nos Estados Unidos da América.

  • Número de mortos em atentado em Cabul sobe para 31

    Mundo

    O número de mortos no atentado com um carro armadilhado atribuído aos talibãs, esta segunda-feira de manhã em Cabul, subiu para 31, aos quais se somam cerca de 40 feridos, de acordo com um novo balanço das autoridades.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34