sicnot

Perfil

País

Candidatura de Guterres à ONU é um imperativo, diz Governo

O Governo anunciou hoje que a candidatura de António Guterres a secretário-geral das Nações Unidas é "um imperativo" e destacou "a forma exemplar" como exerceu altos cargos internacionais, considerando que possui "as melhores condições" para este mandato.

António Guterres

António Guterres

© Denis Balibouse / Reuters

Num comunicado divulgado hoje pelo ministério dos Negócios Estrangeiros, o executivo anuncia que vai apresentar a candidatura do engenheiro António Guterres a secretário-geral das Nações Unidas.

"É nossa firme convicção que o engenheiro António Guterres é a personalidade com melhores condições para exercer esse mandato, correspondendo à necessidade de enfrentar os desafios que hoje se colocam à comunidade internacional", afirma a nota emitida pelo gabinete do ministro Augusto Santos Silva.

O Governo considera que a "longa experiência política" e "a forma exemplar" como o antigo primeiro-ministro socialista exerceu altos cargos internacionais "demonstram cabalmente os méritos desta candidatura, que o Governo entende constituir um imperativo, num tempo em que, mais do que em qualquer outro, o mundo se tem de mobilizar em torno da paz e do desenvolvimento".

António Guterres foi alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados durante dez anos, tendo terminado o mandato em final de 2015.

Lusa

  • A homenagem a Mário Soares no congresso do PS
    2:30
  • Costa defende legalização da eutanásia como forma de "alargar a liberdade"
    0:42
  • Duquesa de Sussex já tem brasão

    Harry & Meghan

    O Palácio de Kensington apresentou esta sexta-feira o brasão da Duquesa de Sussex, Meghan Markle. O brasão foi criado pelo College of Arms mas teve a ajuda da duquesa para que este fosse "pessoal e representativo".

    SIC