sicnot

Perfil

País

Assunção Cristas quer que portugueses "reconheçam o CDS" como "ator principal"

A candidata à presidência do CDS Assunção Cristas disse esta terça-feira, no final da reunião com os militantes do partido, em Leiria, que o CDS "trabalhará para que os portugueses lhe reconheçam a dignidade de ator principal".

SIC

"O CDS, hoje, está motivado", garantiu Assunção Cristas, considerando que na terça-feira se realizou uma "belíssima sessão de trabalho".

Naquela que foi a primeira sessão da volta que fará ao país para ouvir os militantes, Assunção Cristas realçou que, hoje, em Leiria, estiveram "históricos do partido", "pessoas que se fizeram militantes há pouquíssimo tempo" e "pessoas que se estão hoje a fazer-se militantes do CDS, aqui mesmo nesta sessão".

"É muito bom ver a vivacidade do partido e a vontade que as pessoas têm de contribuir, ajudar a crescer e a engrandecer o CDS, para que seja um ator cada vez mais presente na política nacional", destacou ainda a candidata.

Sobre a sessão de hoje, Assunção Cristas disse ainda ter sentido o "entusiasmo" dos militantes.

"Só posso agradecer do fundo do coração toda a força que recebi aqui. Vou com o coração e com a alma muito mais cheios e entusiasmada. Tivemos uma belíssima sessão de trabalho, com muitos contributos, que coincidiram muito até com aquilo que já tinha pensado partilhar com os militantes", afirmou a candidata.

Considerando que estão "bastante alinhados", Assunção Cristas acredita que todas as sessões irão "enriquecer muito a moção" e "contribuirão na preparação do congresso".

"Acho que será uma volta excelente. Se todas forem ao nível desta sessão de Leiria teremos certamente uma volta magnífica", concluiu.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.