sicnot

Perfil

País

FNE desconvoca greve dos trabalhadores não docentes

A Federação Nacional de Educação (FNE) anunciou hoje a suspensão da greve dos trabalhadores não docentes agendada para sexta-feira, a qual tinha sido suspensa na terça-feira pela Federação Sindical da Administração Pública (Fesap).

(LUSA/ ARQUIVO)

Em causa está a data de entrada em vigor das 35 horas semanais de trabalho para a Função Pública, que levou os sindicatos a agendar um protesto para esta sexta-feira, por considerar que poderia ser antecipada.

Na terça-feira, a Fesap, que integra os sindicatos membros da FNE, veio defender que tanto o Governo como o grupo parlamentar do PS têm dado sinais de pretender repor o horário de trabalho o mais breve possível.

No mesmo sentido, a FNE anuncia hoje que "regista positivamente que o Governo tenha assumido o compromisso de realizar todas as ações que forem necessárias para garantir que a reposição do horário de trabalho de 35 horas na Administração Pública ocorra o mais cedo possível".

Justificando o recurso à greve com "a orientação inicial do Governo que iria arrastar provavelmente para 2017" a entrada em vigor do diploma, a FNE considera agora que estão reunidas as condições para levantar o pré-aviso de greve, mas garante que não vai "deixar de estar vigilante em relação ao pleno cumprimento dos compromissos agora assumidos pelo Governo".

O primeiro protesto da Função Pública contra o atual Governo vai manter-se com a presença da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSFP).

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.