sicnot

Perfil

País

GNR faz maior apreensão de folhas de tabaco da Europa

A GNR anunciou esta quarta-feira a apreensão de mais de 182 toneladas de folhas de tabaco, suficiente para produzir cerca de 364 milhões de cigarros, tendo já sido classificada como a maior na Europa.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Alexandre Meneghini / Reuters

As 182 toneladas de folhas de tabaco e tabaco moído foram apreendidas durante uma operação realizada na terça-feira pela GNR, através da Unidade de Ação Fiscal (UAF), e pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), sob a coordenação do Departamento Central de Investigação e Acão Penal (DCIAP).

Em comunicado, a corporação adianta que no âmbito da operação foram realizados 41 mandados de busca (26 domiciliários e 15 não domiciliários) em diversos operadores económicos das regiões do Porto, Vila Nova de Gaia, Fundão, Castelo Branco, Leiria, Lisboa e Ponte de Sor, por suspeita dos crimes de introdução fraudulenta no consumo de tabaco.

Além das folhas de tabaco e tabaco moído, em quantidade suficiente para a produção de mais de 364 milhões de cigarros, a GNR apreendeu também 4.800 maços de cigarros sem estampilha fiscal aposta, várias centenas de milhares de tubos (filtros e papel de fumar prontos a serem preenchidos com tabaco) e 611.526 euros em dinheiro.

A Guarda Nacional Republicana apreendeu ainda três armas ilegais, balanças de precisão, vários acessórios industriais de trituração, elementos documentais e dispositivos informáticos de armazenamento que acompanhavam o desenvolvimento do contrabando de tabaco.

O tenente-coronel Paulo Messias, da UAF da GNR, disse à agência Lusa que a apreensão das mais de 182 toneladas de folhas de tabaco é considerada, até à data, a maior realizada na Europa, constituindo uma fuga ao pagamento de impostos num valor superior a 30 milhões de euros.

Segundo a GNR, 12 pessoas e seis sociedades foram constituídas arguidas no final da operação.

A GNR refere que "a atividade económica paralela e ilícita era desenvolvida por operadores nacionais e espanhóis, que se dedicavam à produção da planta de tabaco e ao seu processamento".

Esta estrutura, que estava dispersa em todo o país, "garantia a introdução no consumo através da venda pela internet e de entregas diretas ao domicílio dos seus clientes a fim de evitar o pagamento do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e do Imposto Especial sobre o Consumo (IEC)".

Na operação estiveram envolvidos 114 militares da UAF e 24 inspetores da AT.

Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC