sicnot

Perfil

País

GNR faz maior apreensão de folhas de tabaco da Europa

A GNR anunciou esta quarta-feira a apreensão de mais de 182 toneladas de folhas de tabaco, suficiente para produzir cerca de 364 milhões de cigarros, tendo já sido classificada como a maior na Europa.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Alexandre Meneghini / Reuters

As 182 toneladas de folhas de tabaco e tabaco moído foram apreendidas durante uma operação realizada na terça-feira pela GNR, através da Unidade de Ação Fiscal (UAF), e pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), sob a coordenação do Departamento Central de Investigação e Acão Penal (DCIAP).

Em comunicado, a corporação adianta que no âmbito da operação foram realizados 41 mandados de busca (26 domiciliários e 15 não domiciliários) em diversos operadores económicos das regiões do Porto, Vila Nova de Gaia, Fundão, Castelo Branco, Leiria, Lisboa e Ponte de Sor, por suspeita dos crimes de introdução fraudulenta no consumo de tabaco.

Além das folhas de tabaco e tabaco moído, em quantidade suficiente para a produção de mais de 364 milhões de cigarros, a GNR apreendeu também 4.800 maços de cigarros sem estampilha fiscal aposta, várias centenas de milhares de tubos (filtros e papel de fumar prontos a serem preenchidos com tabaco) e 611.526 euros em dinheiro.

A Guarda Nacional Republicana apreendeu ainda três armas ilegais, balanças de precisão, vários acessórios industriais de trituração, elementos documentais e dispositivos informáticos de armazenamento que acompanhavam o desenvolvimento do contrabando de tabaco.

O tenente-coronel Paulo Messias, da UAF da GNR, disse à agência Lusa que a apreensão das mais de 182 toneladas de folhas de tabaco é considerada, até à data, a maior realizada na Europa, constituindo uma fuga ao pagamento de impostos num valor superior a 30 milhões de euros.

Segundo a GNR, 12 pessoas e seis sociedades foram constituídas arguidas no final da operação.

A GNR refere que "a atividade económica paralela e ilícita era desenvolvida por operadores nacionais e espanhóis, que se dedicavam à produção da planta de tabaco e ao seu processamento".

Esta estrutura, que estava dispersa em todo o país, "garantia a introdução no consumo através da venda pela internet e de entregas diretas ao domicílio dos seus clientes a fim de evitar o pagamento do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e do Imposto Especial sobre o Consumo (IEC)".

Na operação estiveram envolvidos 114 militares da UAF e 24 inspetores da AT.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.