sicnot

Perfil

País

Inglês acusado de matar mulher em Portimão conhece hoje a sentença

O Tribunal de Portimão lê hoje o acórdão do homem acusado de matar e enterrar a mulher no jardim da casa onde vivia.

Nigel jackson negou sempre o crime, afirmando que a mulher cometeu suicídio e que a encontrou, já cadáver, no chão da casa.
Admite que enterrou o corpo no quintal porque quis cumprir um acordo entre o casal em que ambos prometeram ser enterrados juntos, com um antigo cão.
O Ministério Público diz que o arguido mente e não tem dúvidas que a mulher foi assassinada pelo marido, que só contou onde estava o corpo quando foi pressionado pela Polícia. Até então, dizia aos vizinhos que a mulher tinha viajado para Inglaterra.