sicnot

Perfil

País

Professora com cancro chamada a trabalhar

Professora com cancro chamada a trabalhar

Uma professora, de baixa há três anos, foi chamada pelo Ministério da Educação para ir trabalhar. A docente está a combater o terceiro cancro seguido e neste momento faz tratamentos no IPO, no Porto. O ministério suspendeu, entretanto, a decisão e diz que vai estudar o caso.

  • Uma rede social para falar sobre cancro
    2:18

    País

    "Falar sobre cancro" é o nome da nova rede social que surgiu para tornar possível a troca de dúvidas e testemunhos entre doentes oncológicos. A plataforma, que conta também com artigos clínicos e científicos de profissionais do IPO do Porto, chegou nos últimos dois dias a mais de mil membros registados.

  • Lançado livro que visa ajudar crianças na luta contra o cancro
    2:02

    País

    As crianças do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto receberam uma motivação adicional na luta contra o cancro. Trata-se de um livro , "A Melodia de Mara", escrito e ilustrado por duas autoras que sofrem de dores crónicas. Explicam que é possível e desejável ultrapassar o medo e a raiva contra a doença.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.