sicnot

Perfil

País

Propinas vão subir em setembro

As propinas do ensino superior voltam a subir em setembro, para o próximo ano letivo. À SIC o ministério da Ciência e do Ensino Superior confirma aumentos normais, indexados à inflação mas ainda não avançou valores.

Arquivo/Reuters

Arquivo/Reuters

© Susana Vera / Reuters


O jornal Económico fez as contas e fala em aumentos maiores nas propinas mínimas (32,5 euros) e menores nas máximas (cinco euros).

O aumento do salário mínimo nacional este mês para os 530 euros e com base na inflação. Um estudante do ensino superior vai passar a pagar, de propina máxima mil e 68 euros mais cinco que este ano.

Já a mínima passa dos 656 para os 689 euros por ano. Já depois de ter sido aumentada este ano 26 euros. Ao contrário da propina máxima que até desceu no ano passado. Pela segunda vez desde que os valores passaram a ser atualizados com base na taxa média de inflação.

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.