sicnot

Perfil

País

Cerca de 5.300 alunos do 4º ano vão fazer testes internacionais de leitura

Cerca de 5.300 alunos do 4º ano vão realizar dois exames internacionais que avalia a compreensão da leitura, o Progress in International Reading Literacy Study (PIRLS), revelou hoje o Instituto de Avaliação Educativa (IAVE).

© Jorge Silva / Reuters

Este ano, realiza-se pela primeira vez, o teste ePIRLS, um estudo que vai avaliar se as crianças desta faixa etária conseguem ler e utilizar a informação que leem online.

A prova é feita em formato digital e os resultados irão permitir aferir se estes alunos têm capacidade e competências para utilizar as novas tecnologias de informação em processos de ensino e aprendizagem.

Os estudos PIRLS e "ePIRLS" vão decorrer entre 01 de fevereiro e 18 de março, prevendo-se a participação de 220 escolas e cerca de 5.300 alunos.

O PIRLS é um estudo internacional, desenvolvido pela International Association for the Evaluation of Educational Achievement, que avalia a compreensão da Leitura dos alunos do 4.º ano de escolaridade.

Além dos testes, são aplicados questionários que recolhem informação de contexto e outros fatores que podem influenciar o desempenho em literacia de Leitura.

O PIRLS realiza-se de cinco em cinco anos, tendo sido feito pela primeira vez em 2001, o que permite analisar tendências dos resultados e fazer uma caracterização dos ambientes familiar e escolar em que os alunos aprendem a ler nos vários países.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.