sicnot

Perfil

País

Cerca de 5.300 alunos do 4º ano vão fazer testes internacionais de leitura

Cerca de 5.300 alunos do 4º ano vão realizar dois exames internacionais que avalia a compreensão da leitura, o Progress in International Reading Literacy Study (PIRLS), revelou hoje o Instituto de Avaliação Educativa (IAVE).

© Jorge Silva / Reuters

Este ano, realiza-se pela primeira vez, o teste ePIRLS, um estudo que vai avaliar se as crianças desta faixa etária conseguem ler e utilizar a informação que leem online.

A prova é feita em formato digital e os resultados irão permitir aferir se estes alunos têm capacidade e competências para utilizar as novas tecnologias de informação em processos de ensino e aprendizagem.

Os estudos PIRLS e "ePIRLS" vão decorrer entre 01 de fevereiro e 18 de março, prevendo-se a participação de 220 escolas e cerca de 5.300 alunos.

O PIRLS é um estudo internacional, desenvolvido pela International Association for the Evaluation of Educational Achievement, que avalia a compreensão da Leitura dos alunos do 4.º ano de escolaridade.

Além dos testes, são aplicados questionários que recolhem informação de contexto e outros fatores que podem influenciar o desempenho em literacia de Leitura.

O PIRLS realiza-se de cinco em cinco anos, tendo sido feito pela primeira vez em 2001, o que permite analisar tendências dos resultados e fazer uma caracterização dos ambientes familiar e escolar em que os alunos aprendem a ler nos vários países.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC