sicnot

Perfil

País

Governo enfrenta primeira greve da função pública

Os efeitos da greve devem ser visíveis nas escolas e centros de saúde, embora já ontem tenham começado a sentir-se nos hospitais com os primeiros turnos a começarem logo às 20:00, de ontem.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Stefan Wermuth / Reuters

A greve dos enfermeiros pela reposição das 35 horas de trabalho semanais para todos os profissionais registou hoje uma adesão de 77% no turno da noite, adiantou à agência Lusa o sindicato do setor.

"Ainda estamos a recolher os dados referentes ao turno da manhã, que teve início às 08:00. Quanto ao turno da noite, teve uma adesão de 77%, sendo que temos hospitais como São José e Santa Marta, em Lisboa, com adesão acima dos 90%", disse à Lusa Guadalupe Simões, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

Na origem da greve da função pública está o facto de os trabalhadores recearem que a reposição do horário semanal de 35 horas só aconteça no último trimestre do ano, apesar do PS remeter a aplicação da medida para o dia 1 de julho.

Já outros três partidos da esquerda querem a aplicação das 35 horas semanais o mais rápido possível.

Os sindicatos esperam que o Governo possa pôr em prática a medida a curto prazo.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.