sicnot

Perfil

País

Buscas pelos dois pescadores em Vigo prosseguem de manhã

As autoridade espanholas continuaram hoje as buscas para encontrar dois pescadores, um português e um espanhol, de um barco naufragado ao largo de Vigo, mas os resultados têm sido negativos, disse à Lusa fonte do Salvamento Marítimo de Vigo.

(Arquivo)

(Arquivo)

LUSA

As buscas foram retomadas hoje cerca das 08:00 locais (07:00 em Lisboa), contando com três embarcações marítimas, mas foram interrompidas ao final do dia devido a "condições de visibilidade", adiantou a mesma fonte.

As autoridades espanholas retomarão as buscas segunda-feira de manhã, explicou.

Os dois pescadores estão desaparecidos ao largo de Vigo, em Espanha, depois de a embarcação onde seguiam ter naufragado, noticiou no sábado o jornal espanhol Faro de Vigo.

No sábado estiveram envolvidos nas buscas um helicóptero e uma embarcação que avistaram a proa do barco naufragado, que se chama Látigo, mas as condições marítimas impediram os meios de socorro de se aproximarem da embarcação.

O helicóptero avistou "um sapato e um colete salva-vidas", adiantou no sábado uma fonte do Salvamento Marítimo de Vigo, que acrescentou que o naufrágio ocorreu à entrada da ria de Vigo, numa zona de mar revolto.

O último contacto registado com a embarcação, que estava na pesca de robalos, aconteceu na sexta-feira às 18:30.

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.