sicnot

Perfil

País

Assembleia Municipal de Lisboa promove debate sobre Segunda Circular

A Assembleia Municipal de Lisboa promove hoje, a partir das 18:00, no Hotel Roma, um debate sobre o projeto da Câmara para a Segunda Circular, contando com especialistas em mobilidade, ambiente e aviação.

A ideia da autarquia de Lisboa é fazer da Segunda Circular um corredor arborizado como se vê na imagem

A ideia da autarquia de Lisboa é fazer da Segunda Circular um corredor arborizado como se vê na imagem

O município vai explicar a intervenção, que visa melhorar a fluidez do tráfego e conferir mais segurança à via, e depois, às 18:30, ouvirá as entidades convidadas.

Para falar sobre o impacto na segurança rodoviária, estarão representantes do Automóvel Club de Portugal e da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, enquanto para discursar sobre o impacto ambiental e paisagístico, marcará presença a Associação Portuguesa dos Arquitetos Paisagistas e a Quercus.

Caberá à Infraestruturas de Portugal, à Carris (detida pela Transportes de Lisboa), à Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) e à Federação Portuguesa dos Táxis (FPT) abordar o impacto no trânsito e nos transportes públicos.

Já para debater o impacto na segurança da navegação aérea, estará a ANA -- Aeroportos de Portugal e a NAV -- Navegação Aérea de Portugal.

Segue-se a intervenção do público, a partir das 19:30, e dos deputados municipais, a seguir às 20:30. Prevê-se que os trabalhos encerrem pelas 21:00.

Até à passada sexta-feira, esteve em consulta pública o projeto da maioria PS no executivo, com o qual se pretende diminuir em 10% o tráfego de atravessamento na Segunda Circular, através da reformulação de alguns acessos e dos nós de acesso, bem como reduzir a velocidade, de 80 para 60 quilómetros/hora.

De acordo com o vereador das Obras Municipais, Manuel Salgado, houve 334 participações até quinta-feira.

O município quer também criar um separador central maior e arborizado, reduzir a largura da via da direita, montar barreiras acústicas (reduzindo o ruído em 50%), reabilitar a drenagem e do piso e renovar a sinalética e a iluminação pública (permitindo uma quebra de 60% no consumo).

Orçadas em 12 milhões de euros, as obras devem iniciar-se em junho, durando 11 meses.

A Assembleia Municipal vai ainda organizar uma sessão para analisar o que foi dito no debate de hoje, o que deverá acontecer na quarta-feira da próxima semana durante a reunião deste órgão deliberativo.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.