sicnot

Perfil

País

Assembleia Municipal de Lisboa promove debate sobre Segunda Circular

A Assembleia Municipal de Lisboa promove hoje, a partir das 18:00, no Hotel Roma, um debate sobre o projeto da Câmara para a Segunda Circular, contando com especialistas em mobilidade, ambiente e aviação.

A ideia da autarquia de Lisboa é fazer da Segunda Circular um corredor arborizado como se vê na imagem

A ideia da autarquia de Lisboa é fazer da Segunda Circular um corredor arborizado como se vê na imagem

O município vai explicar a intervenção, que visa melhorar a fluidez do tráfego e conferir mais segurança à via, e depois, às 18:30, ouvirá as entidades convidadas.

Para falar sobre o impacto na segurança rodoviária, estarão representantes do Automóvel Club de Portugal e da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, enquanto para discursar sobre o impacto ambiental e paisagístico, marcará presença a Associação Portuguesa dos Arquitetos Paisagistas e a Quercus.

Caberá à Infraestruturas de Portugal, à Carris (detida pela Transportes de Lisboa), à Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) e à Federação Portuguesa dos Táxis (FPT) abordar o impacto no trânsito e nos transportes públicos.

Já para debater o impacto na segurança da navegação aérea, estará a ANA -- Aeroportos de Portugal e a NAV -- Navegação Aérea de Portugal.

Segue-se a intervenção do público, a partir das 19:30, e dos deputados municipais, a seguir às 20:30. Prevê-se que os trabalhos encerrem pelas 21:00.

Até à passada sexta-feira, esteve em consulta pública o projeto da maioria PS no executivo, com o qual se pretende diminuir em 10% o tráfego de atravessamento na Segunda Circular, através da reformulação de alguns acessos e dos nós de acesso, bem como reduzir a velocidade, de 80 para 60 quilómetros/hora.

De acordo com o vereador das Obras Municipais, Manuel Salgado, houve 334 participações até quinta-feira.

O município quer também criar um separador central maior e arborizado, reduzir a largura da via da direita, montar barreiras acústicas (reduzindo o ruído em 50%), reabilitar a drenagem e do piso e renovar a sinalética e a iluminação pública (permitindo uma quebra de 60% no consumo).

Orçadas em 12 milhões de euros, as obras devem iniciar-se em junho, durando 11 meses.

A Assembleia Municipal vai ainda organizar uma sessão para analisar o que foi dito no debate de hoje, o que deverá acontecer na quarta-feira da próxima semana durante a reunião deste órgão deliberativo.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.