sicnot

Perfil

País

PSD declara "inequívoco apoio" à candidatura de Guterres às Nações Unidas

A Comissão Permanente do PSD declarou hoje "inequívoco apoio" à candidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas, referindo que Pedro Passos Coelho já transmitiu esta posição ao próprio e ao primeiro-ministro.

Geert Vanden Wijngaert

"A Comissão Permanente do PSD junta ao seu apoio, já pessoalmente transmitido pelo seu presidente, doutor Pedro Passos Coelho, quer ao próprio engenheiro António Guterres quer ao Governo português na pessoa do senhor primeiro-ministro doutor António Costa, votos de sucesso para a candidatura e desejos de que a comunidade internacional possa reconhecer o seu valor", lê-se numa nota enviada à agência Lusa.

Segundo a mesma nota, "tendo tomado conhecimento da intenção do engenheiro António Guterres se candidatar ao cargo de secretário-geral da Organização das Nações Unidas, a Comissão Permanente do PSD deliberou apresentar publicamente o inequívoco apoio à sua candidatura".

O órgão de direção nacional mais restrito do PSD menciona que António Guterres foi primeiro-ministro de Portugal e elogia o seu trabalho como Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), considerando que "acumulou uma experiência ímpar em termos internacionais" nessas funções.

"De facto, é reconhecido internacionalmente como tendo sido um dos mais competentes e efetivos líderes do ACNUR, onde desenvolveu um trabalho permanente de apoio humanitário e de antecipação e sensibilização para os fenómenos causadores de migrações em todo o mundo", acrescentam os sociais-democratas.

A 22 de janeiro, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou através do jornal Público que o Governo do PS iria apresentar oficialmente, em fevereiro, a candidatura de António Guterres a secretário-geral da Nações Unidas.

No mesmo dia, o Ministério dos Negócios Estrangeiros emitiu um comunicado confirmando essa decisão.

Lusa

  • Eduardo Cabrita nomeado ministro da Administração Interna

    País

    O primeiro-ministro propôs esta quarta-feira ao Presidente da República a nomeação de Eduardo Cabrita para o cargo de ministro da Administração Interna e de Pedro Siza Vieira para ministro Adjunto do primeiro-ministro. A tomada de posse realiza-se no sábado às 09:00.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08