sicnot

Perfil

País

PSD declara "inequívoco apoio" à candidatura de Guterres às Nações Unidas

A Comissão Permanente do PSD declarou hoje "inequívoco apoio" à candidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas, referindo que Pedro Passos Coelho já transmitiu esta posição ao próprio e ao primeiro-ministro.

Geert Vanden Wijngaert

"A Comissão Permanente do PSD junta ao seu apoio, já pessoalmente transmitido pelo seu presidente, doutor Pedro Passos Coelho, quer ao próprio engenheiro António Guterres quer ao Governo português na pessoa do senhor primeiro-ministro doutor António Costa, votos de sucesso para a candidatura e desejos de que a comunidade internacional possa reconhecer o seu valor", lê-se numa nota enviada à agência Lusa.

Segundo a mesma nota, "tendo tomado conhecimento da intenção do engenheiro António Guterres se candidatar ao cargo de secretário-geral da Organização das Nações Unidas, a Comissão Permanente do PSD deliberou apresentar publicamente o inequívoco apoio à sua candidatura".

O órgão de direção nacional mais restrito do PSD menciona que António Guterres foi primeiro-ministro de Portugal e elogia o seu trabalho como Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), considerando que "acumulou uma experiência ímpar em termos internacionais" nessas funções.

"De facto, é reconhecido internacionalmente como tendo sido um dos mais competentes e efetivos líderes do ACNUR, onde desenvolveu um trabalho permanente de apoio humanitário e de antecipação e sensibilização para os fenómenos causadores de migrações em todo o mundo", acrescentam os sociais-democratas.

A 22 de janeiro, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou através do jornal Público que o Governo do PS iria apresentar oficialmente, em fevereiro, a candidatura de António Guterres a secretário-geral da Nações Unidas.

No mesmo dia, o Ministério dos Negócios Estrangeiros emitiu um comunicado confirmando essa decisão.

Lusa

  • "Não vou ceder, não vou render-me, não vou desistir da candidatura"
    2:02
  • Obama, Presidente francês?
    1:55

    Mundo

    A resposta é óbvia, mas não demoveu quatro franceses, descontentes com os candidatos às Presidenciais no seu país. A ideia começou como brincadeira, mas já recolheu 43 mil assinaturas. 

  • Trump apanhado a ensaiar no carro
    1:08
  • Mulheres democratas de branco para mostrar que não abdicam dos diretos conquistados

    Mundo

    Uma "mancha branca" sobressaiu esta terça-feira no Congresso norte-americano, durante o primeiro discurso de Donald Trump. A maioria das 66 mulheres representantes e delegadas do Partido Democrata vestiram-se de branco, num ato simbólico a fazer recordar o movimento sufragista feminino, que encorajava as apoiantes a vestirem-se de branco. Tal como então, a cor da pureza foi agora recuperada, desta feita para mostrar a Trump que as mulheres não abdicam dos direitos conquistados no início do século XX.

  • Treinador do "The Biggest Loser" teve ataque cardíaco

    Mundo

    Foi o próprio Bob Harper que partilhou a notícia no seu Instagram. O ex-treinador do famoso programa de televisão sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava no ginásio. Esteve oito dias internado mas, felizmente, já está em casa a recuperar.

  • Prisões recebem manual para lidar com fugas
    2:07

    País

    O Governo vai fazer o maior investimento de sempre nos serviços prisionais. São 2.600 milhões de euros para reforçar a segurança nas prisões. Entretanto. já foi distribuído um manual de procedimentos em caso de fuga.