sicnot

Perfil

País

PSP reforça segurança durante o Carnaval

A PSP vai, a partir de hoje, reforçar a segurança durante a época do Carnaval com o objetivo de diminuir a criminalidade e a sinistralidade rodoviária através da realização de ações de sensibilização e fiscalização.

A operação "Polícia Sempre Presente -- Carnaval em Segurança", que se realiza até à terça-feira de Carnaval (dia 09), vai mobilizar os efetivos de todos os comandos distritais da Polícia de Segurança Pública com o objetivo de "diminuir os índices da criminalidade e da sinistralidade rodoviária", bem como "promover o sentimento de segurança junto das populações da área da PSP".

A PSP refere que os elementos policiais vão realizar, nas escolas, várias ações de sensibilização e divulgação de medidas de autoproteção sobre o uso de material de pirotecnia e reforçar a fiscalização junto dos estabelecimentos suspeitos de venda ilegal de artigos pirotécnicos.

Será também reforçada a visibilidade policial e a fiscalização rodoviária, especialmente nos locais onde se realizam os festejos de Carnaval, dando especial atenção à condução sob influência de álcool, excesso de velocidade, uso do telemóvel durante a condução e uso do cinto de segurança e cadeirinhas para crianças.

Durante a operação, a PSP vai reforçar igualmente a fiscalização da atividade de segurança privada, tráfico de droga e posse ilegal e tráfico de armas.

Lusa

  • Diretor da PSP condecorado por Cavaco Silva

    País

    O Presidente da República dedica hoje o dia ao distrito de Santarém, que começa com uma ida à Escola Prática de Polícia, da PSP, em Torres Novas, e termina com três visitas no concelho de Rio Maior.

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.