sicnot

Perfil

País

Sobe para dois o número de mortos de acidente rodoviário com cavalos em Campo Maior

A mulher que ficou ferida com gravidade no acidente rodoviário de sexta-feira em Campo Maior, envolvendo dois cavalos, morreu hoje, subindo para dois o número de vítimas mortais do desastre, disse fonte da GNR.

Rásio Elvas

A fonte da força de segurança explicou à agência Lusa que a mulher, de 47 anos, morreu hoje no Hospital de São José, em Lisboa, para onde tinha sido transportada num helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Na sequência do acidente, ocorrido na madrugada de sexta-feira na estrada entre Elvas e Campo Maior, no distrito de Portalegre, tinha sido declarado no local o óbito de um jovem de 27 anos, filho da mulher que morreu hoje.

No desastre, ficaram feridas mais três pessoas, entre as quais o pai do jovem e marido da mulher que morreu hoje, também de 47 anos.

O acidente ocorreu quando o automóvel, em que seguiam cinco pessoas, colidiu com dois cavalos que se encontravam na estrada

Residentes na cidade de Elvas, as vítimas, incluindo o casal, o filho e dois amigos, deslocavam-se para o trabalho, numa fábrica na vila vizinha de Campo Maior.

Segundo a GNR, o veículo ligeiro de passageiros era conduzido pelo jovem de 27 anos, cujo óbito foi declarado no local.

O acidente ocorreu na Estrada Nacional 373, tendo o alerta sido dado por volta das 05:00 e os dois cavalos envolvidos morreram.

No mesmo dia, a GNR identificou o dono dos dois cavalos envolvidos no acidente, que reside em Campo Maior.

Lusa

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.