sicnot

Perfil

País

DouroAzul vai construir mais dois navios-hotel para o Douro e outro para a Amazónia

A DouroAzul anunciou hoje a construção de mais dois navio-hotel para o Douro, num investimento acima de 25 milhões de euros, e outro para navegar na Amazónia, num investimento global de 26 milhões de euros, todos operacionais em 2017.

© Reuters Photographer / Reuter

A Mystic Invest, 'holding' do grupo DouroAzul, procedeu à emissão de um empréstimo obrigacionista sénior, no montante total de 37,5 milhões de euros, com maturidade de sete anos, a taxa variável e garantia de subscrição assegurada por um sindicato bancário que integra a Caixa Geral de Depósitos (CGD), o Montepio e o Banco Carregosa.

A emissão de obrigações decorre em duas fases, sendo que a primeira, de 20 milhões de euros, iniciou-se hoje.

Esta emissão de empréstimo obrigacionista tem como objetivo "suportar o crescimento do grupo DouroAzul", refere a empresa, em comunicado.

Entre os projetos estão a construção de mais dois navios-hotel para operarem no rio Douro e a concretização do projeto de cruzeiros no rio Amazonas, com base no Peru, navegando até à Colômbia e Brasil, com a construção de luxuoso navio-hotel, adianta a empresa.

"As três embarcações estarão prontas para operar em 2017", adianta.

A construção de mais dois navio-hotel para o Douro, que terá 63 cabines duplas, irá implicar um investimento acima dos 25 milhões de euros, "devendo as duas embarcações estar operacionais em março do próximo ano", refere.

Já o navio-hotel para a Amazónia, com 90 cabines de luxo e uma capacidade para 180 passageiros, "mobilizará um investimento global de 26 milhões de euros e operará no rio Amazonas em cruzeiros de oito dias, envolvendo paisagens tropicais luxuriantes e inexploradas até ao momento por um navio com estas características", detalha a DouroAzul.

O ano de 2017 "será muito importante" para o grupo, que além do reforço no rio Douro e o arranque da operação na Amazónia, vai ainda inaugurar, em abril desse ano, a "mais recente unidade hoteleira de cinco estrelas no Porto, o Monumental Palace Hotel, mais concretamente na avenida dos Aliados", que resulta de um investimento de 20 milhões de euros.

As obrigações Mystic Invest 2016-2023 foram hoje admitidas no EasyNext Lisbon, da Euronext Lisbon.

A DouroAzul, que integra o grupo Mystic Invest, foi fundada em 1993 e é o maior operador de cruzeiros fluviais em Portugal, com uma frota de 11 navios-hotel de luxo e atividade no setor do turismo e lazer, com especial enfoque no segmento dos cruzeiros fluviais, que representam 98% do seu volume de vendas.

Em 2015, a Mystic Invest adquiriu a operadora alemã Nicko Cruises, que opera 19 navios em 12 países e três continentes, tornando-se num dos 'players' europeus no segmento de 'river cruising'.

Sendo os cruzeiros de luxo o 'core business' (negócio estratégico) do grupo Mystic Invest, este detém ainda várias empresas e marcas que operam setores como 'sightseeing tours', heliturismo e 'hotels & resorts', para além da Mystic Cruises, que irá operar cruzeiros ao longo do rio Amazonas.

Lusa