sicnot

Perfil

País

GNR regista 463 acidentes e um morto desde início da operação Carnaval

A GNR registou, entre sexta-feira e domingo, 463 acidentes, um morto e oito feridos graves, no âmbito da operação "Carnaval 2016", que se realiza até terça-feira, indicam dados provisórios da corporação.

A operação "Spring Break" termina no dia 28.(Arquivo)

A operação "Spring Break" termina no dia 28.(Arquivo)

SIC

O oficial de operações no comando-geral da GNR adiantou à agência Lusa que o morto foi resultado do acidente que hoje de madrugada se registou no Montijo.

A GNR está a realizar, desde as 00:00 de sexta-feira, a operação "Carnaval 2016", tendo reforçado o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nas vias mais críticas, especialmente nas estradas que convergem aos locais onde tradicionalmente ocorrem festividades carnavalescas.

Durante a operação, que termina às 24:00 de terça-feira, a GNR realiza ações de fiscalização com o objetivo de prevenir a sinistralidade rodoviária, estando os militares especialmente atentos aos excessos de velocidade, condução sob influência de álcool e de substâncias psicotrópicas, além da não-utilização do cinto de segurança, uso do telemóvel durante a condução e falta de carta de condução.

No âmbito da operação, os militares da Guarda Nacional Republicana fiscalizaram, entre sexta-feira e as 14:00 de hoje, 9.527 condutores, dos quais 120 foram detidos por conduzirem com excesso de álcool e 18 por falta de habilitação legal para conduzir, adiantou o oficial de operações.

Segundo a GNR, foram também apanhados 1.121 condutores em excesso de velocidade e 327 com uma taxa de álcool superior ao permitido por lei.

A GNR registou ainda, entre sexta-feira e hoje, 2.833 contraordenações ao Código da Estrada, 183 das quais por falta de cinto de segurança ou cadeirinhas para crianças.

Na operação "Carnaval 2015" registaram-se 942 acidentes, três mortos, 10 feridos graves e 255 feridos ligeiros.

Lusa

  • PSP sensibiliza alunos contra o uso das bombas de Carnaval
    2:40

    É Carnaval

    A PSP esteve esta manhã numa escola de Vila Real a alertar os alunos para o perigo das bombas de Carnaval. Os jovens ficaram sensibilizados quando viram as possíveis consequências das brincadeiras com engenhos explosivos. As autoridades dizem desta forma têm conseguido reduzir significativamente o número de acidentes.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.