sicnot

Perfil

País

Suinicultores bloqueiam entrada de camiões em fábrica de Mafra

Um grupo de suinicultores concentrou-se este domingo em frente à Sicasal, em Mafra, e já impediu a entrada de três camiões com porcos espanhóis.

Os suinicultores protestam contra a vinda de carne espanhola para Portugal e dizem estar a receber 40 por cento abaixo do valor de produção.

Os suinicultores protestam contra a vinda de carne espanhola para Portugal e dizem estar a receber 40 por cento abaixo do valor de produção.

SIC

Um quarto camião está parado numa estação de serviço, na autoestrada, junto à fábrica. Já houve, também, uma acesa troca de palavras com a polícia.

Os suinicultores protestam contra a vinda de carne espanhola para Portugal e dizem estar a receber 40 por cento abaixo do valor de produção.

Entretanto, à agência Lusa, a Sicasal garantiu que trabalha "maioritariamente" com produtores nacionais, mas assume recorrer a produtores espanhóis uma vez que a produção nacional não é autossuficiente para o consumo interno.

Os suinicultores dizem que a crise no setor põe em causa mais de 200 mil empregos.

  • Suinicultores querem mais carne porco nas cantinas
    2:09

    País

    Os suinicultores querem mais carne de porco a ser consumida nas cantinas públicas. É uma das exigência que vai ser apresentada ao Governo e que saiu da reunião de 200 produtores, ontem em Leiria. Querem também a isenção de IMI e do pagamento à segurança social durante seis meses.

  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.