sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje nas regiões do norte e centro céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, em especial no litoral a norte do Cabo Mondego, sendo mais intensa no Minho e Douro Litoral e queda de neve acima dos 1400/1600 metros até ao início da manhã. Sete distritos de Portugal continental estão sob Aviso Laranja devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas que podem atingir os 11 metros.

Está também previsto vento fraco a moderado de sudoeste, soprando moderado a forte na faixa costeira a norte do Cabo Carvoeiro e forte com rajadas até 70 quilómetros por hora nas terras altas e pequena subida de temperatura.

No sul prevê-se céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir da tarde, possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca no Alto Alentejo, vento fraco a moderado de sudoeste e possibilidade de ocorrência neblina ou nevoeiro matinal.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 11 e 17 graus Celsius, no Porto entre 12 e 15, em Vila Real entre 09 e 11, em Viseu e Bragança entre 07 e 11, na Guarda entre 04 e 09, em Coimbra entre 11 e 15, em Castelo Branco entre 08 e 14, em Santarém 10 e 17, em Évora entre 07 e 15, em Beja entre 08 e 16 e em Faro entre 10 e 18.

Sete distritos sob Aviso Laranja devido à agitação marítima

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Porto, Aveiro, Braga, Coimbra, Leiria e Lisboa estão a partir das 18:00 de hoje e até às 12:00 de terça-feira sob Aviso Laranja devido à previsão de agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com 5 a 6,5 metros, podendo atingir os 9 a 11 metros de altura máxima.

O IPMA colocou também os distritos de Setúbal, Beja e Faro sob Aviso Amarelo devido à agitação marítima, com ondas de noroeste com 4 a 5 metros entre as 21:00 horas de hoje e as 12:00 de terça-feira.

O Aviso Laranja é o segundo mais grave de uma escala de quatro e refere-se a uma situação meteorológica "de risco moderado a elevado" enquanto o Aviso Amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

Com Lusa

  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.

  • Se

    Se Jaime Marta Soares tiver razão, se a ciência e as autoridades não forem - outra vez? - manipuladas pelo poder político, se a investigação - independente - concluir que o fogo começou muito antes da trovoada, então, estamos diante de um dos maiores embustes do Portugal democrático.

    Pedro Cruz

  • Governo cria fundo de apoio para as pessoas afetadas pelos incêndios
    1:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O ministro do Planeamento e Infraestruturas reuniu-se esta quarta-feira com os autarcas de Figueró dos Vinhos, Castanheira de Pera e Pedrógão  Grande. O Governo criou um fundo financeiro, com o contributo dos portugueses, para apoiar a reconstrução das habitações e a vida das pessoas afetadas pelos incêndios que lavram desde sábado. O fundo será aprovado quinta-feira em Conselho de Ministros.

  • A reconstrução da Nacional 236
    1:44
  • Harry admite que ninguém na família real britânica quer ser rei ou rainha

    Mundo

    O príncipe Harry admitiu que nenhum dos mais jovens membros da família real britânica quer ser rei ou rainha. Numa entrevista exclusiva à revista norte-americana Newsweek, na qual aborda temas como a morte da mãe, que perdeu com apenas 12 anos, Harry afirma que ele e o irmão estão empenhados em "modernizar a monarquia".

    SIC