sicnot

Perfil

País

Câmara do Porto acusa TAP de suprimir voo noturno entre Lisboa e Porto

A Câmara do Porto acusa a TAP de ter descontinuado de forma discreta o voo noturno entre Lisboa e o Porto.

Num comunicado, a autarquia diz que já é impossível reservar uma viagem para abril nesse voo e afirma que a ligação que saía às 22:30 estava quase sempre lotada e servia os passageiros que vinham da Europa.

Com o fim deste voo, a Câmara do Porto diz que a partir das 20:00 deixa de haver ligações da TAP entre Lisboa e o Porto, o que significa que os passageiros vão passar a dormir na capital em vez de o fazerem no Porto como até agora.

À SIC, um porta-voz da TAP disse desconhecer a supressão deste voo mas lembra que a partir do final de março aumenta para 16 o número de voos diários entre Lisboa e o Porto.

  • Rui Moreira comenta suspensão de voos de médio curso da TAP no Porto
    1:13

    Economia

    Rui Moreira diz que a suspensão dos voos de médio curso da TAP no Porto não se resolve com gritarias. O presidente do Câmara do Porto diz que está à procura de alternativas no mercado com outros operadores, mas deixa um aviso ao Governo - Se avançar com a reversão do processo de privatização então a TAP, tem de deixar de ser uma "air alfacinha" para ser uma "air Portugal".

  • CP investe nos alfa pendular para concorrer com aviões
    1:53

    Economia

    A CP vai investir 18 milhões de euros na nova geração de comboios alfa pendular. É a resposta da empresa à TAP que quer voos diários e de baixo custo entre Lisboa e o Porto. Até ao final do ano a remodelação das 10 composições fica completa. O protótipo foi apresentado em Lisboa e promete mais segurança, conforto e tecnologia.

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.