sicnot

Perfil

País

Três projetos portugueses entre os vencedores do Prémio Edifício do Ano 2016

Três projetos dos sete portugueses que se encontravam entre os finalistas do Prémio Edifício do Ano 2016, promovido pela plataforma Archdaily, dedicada à arquitetura, são os vencedores nas categorias de hospitalidade, arquitectura pública e remodelação, foi hoje anunciado.

O Cella Bar, nos Açores, do ateliê FCC Arquitetura e Paulo Lobo ganhou a categoria de hospitalidade

O Cella Bar, nos Açores, do ateliê FCC Arquitetura e Paulo Lobo ganhou a categoria de hospitalidade

O Cella Bar, nos Açores, do ateliê FCC Arquitetura e Paulo Lobo, ganhou a categoria de hospitalidade, a Cozinha Comunitária Terras da Costa, na Costa de Caparica, da responsabilidade do Ateliermob e do Coletivo Warehouse, venceu a categoria de arquitetura pública, e a Casa de Guimarães, de Elisabete de Oliveira Saldanha, saiu vitoriosa na categoria de remodelação.

Nesta sétima edição do galardão internacional, atribuído pelo público especializado da área da arquitetura que visita a plataforma norte-americana, estiveram disponíveis para votação cerca de 3 mil projetos de todo o mundo, distribuídos por 14 categorias, contando-se sete projetos portugueses entre os 70 finalistas.

Os projetos assinados por portugueses são, na categoria de arquitetura pública, o Mercado Municipal de Abrantes, da responsabilidade do ateliê ARX Portugal, o Parque Al Shaeed, no Koweit, assinado por Ricardo Camacho, e a Cozinha Comunitária Terras da Costa, na Costa da Caparica, da responsabilidade do Ateliermob.

Na categoria de hospitalidade surge, em Portugal, o projeto Cella Bar, do ateliê FCC Arquitetura e Paulo Lobo, na categoria de remodelação a Casa de Guimarães, em Portugal, assinada por Elisabete de Oliveira Saldanha.

Na categoria de desporto, estava a concurso o Centro Equestre de Leça da Palmeira, por Carlos Castanheira e Clara Bastai, e, na categoria de arquitetura de interiores, a sede da UralChem, na Rússia, assinado pelo ateliê Pedra Silva Arquitetos (Luís Pedra Silva e Maria Rita Pais).

Fundada em 2008, a Archdaily é uma plataforma 'online' de informação e divulgação da arquitetura, com base em Nova Iorque, que contabiliza 350 mil visitas diárias e atribui anualmente este prémio a projetos que se destacam pela inovação espacial, social, material e técnica.

São escolhidos cinco projetos finalistas por cada uma das 14 categorias, que abrangem áreas como desporto, cultura, hotelaria, casas, remodelação, escritórios e espaços comerciais.

A votação dos vencedores do prémio Edifício do Ano 2016 decorreu até segunda-feira, 08 de fevereiro, e o anúncio dos vencedores foi feito hoje no "site" da Internet da Archdaily.

Lusa

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • Norte também quer naturismo e praias de nudistas

    País

    O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal defendeu hoje a criação de praias naturistas legalizadas na região, fazendo a apologia da formação de associações e negando que este seja um destino conservador.