sicnot

Perfil

País

Veiga em prisão preventiva no processo Rota do Atlântico

Veiga em prisão preventiva no processo Rota do Atlântico

José Veiga vai ficar em prisão preventiva. Paulo Santana Lopes fica em prisão domiciliária até pagar uma caução no valor de um milhão de euros. A decisão do juiz Carlos Alexandre foi conhecida já esta noite, cinco dias após as detenções no âmbito do processo Rota do Atlântico. A outra arguida, a advogada Maria Jesus Barbosa saiu em liberdade com proibição de contactos com os arguidos, testemunhas e suspeitos do processo.

  • Medidas de coação do caso Rota do Atlântico devem ser conhecidas hoje
    2:14

    País

    Depois de quatro dias de interrogatórios, deverão ser conhecidas hoje as medidas de coação aplicadas aos detidos da operação Rota do Atlântico. José Veiga, o último dos três a ser ouvido, continuou a ser interrogado, esta manhã. A defesa diz que os arguidos estão cansados e tensos, mas espera que as diligências sirvam para esclarecer os factos da investigação e que os suspeitos sejam libertados.

  • Termina interrogatório a José Veiga
    1:36

    País

    O interrogatório a José Veiga terminou por volta das 23:00 de domingo, no Tribunal de Instrução Criminal. As medidas de coação dos três arguidos da "Operação Rota do Atlântico" deverão ser conhecidas ainda hoje.

  • Rogério Alves acredita que José Veiga pode sair hoje em liberdade
    0:53

    País

    À chegada ao Tribunal, esta manhã, Rogério Alves mostrou-se convencido de que José Veiga pode sair hoje em liberdade. O advogado garantiu que o cliente colaborou ao máximo durante o interrogatório de mais de 15 horas. Já o advogado de Paulo Santana Lopes não quis fazer grandes comentários. Tiago Félix da Costa espera apenas que as diligências cheguem hoje ao fim.

  • Advogado de José Veiga não adianta o que vai responder à proposta do MP
    0:42

    País

    O empresário José Veiga, detido desde quarta-feira por suspeita dos crimes de corrupção, tráfico de influências e participação em negócio, entre outros, irá conhecer as medidas de coação na segunda-feira, disse hoje o seu advogado. Esta tarde, de regresso ao tribunal, Rogério Alves não quis adiantar aos jornalistas o que vai responder à proposta do Ministério Público (MP).

  • José Veiga em prisão preventiva e Paulo Santana Lopes em domiciliária

    País

    José Veiga vai ficar em prisão preventiva e Paulo Santana Lopes em prisão domiciliária, sem pulseira electrónica até pagar uma caução. As medidas de coação anunciadas pelo juiz Carlos Alexandre foram decididas cinco dias depois das detenções no processo Rota do Atlântico e depois da maratona de interrogatórios que começaram na quinta-feira passada.

  • Encontrado corpo da criança que desapareceu na praia de São Torpes
    0:55

    País

    O corpo da criança que tinha desaparecido na praia São Torpes, concelho de Sines, foi encontrado esta manhã fora de água, nas rochas, a 1,5 quilómetros do sítio onde tinha desaparecido, no passado dia 21. O alerta foi dado por um popular à Polícia Marítima, cerca das 8h00.

  • Não há aumentos salariais no Estado para o ano
    1:18

    Economia

    O ministro das Finanças confirma a alteração dos escalões de IRS em 2018. É uma das medidas prioritárias para o próximo ano, a par do descongelamento das carreiras na função pública. Numa entrevista à Antena 1, Mário Centeno admite que não vai haver aumentos salariais no Estado no próximo ano

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00
  • Marcelo diz que Europa não deve contar com benevolência dos aliados 
    1:19

    País

    O Presidente da República concorda com Angela Merkel, que este domingo defendeu que a Europa já não pode confiar a 100% nos países aliados. Numa conferência sobre o futuro da Europa, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que a União Europeia tem de assumir responsabilidades e protagonismo e não pode contar com a iniciativa e a benevolência dos aliados.

  • Merkel sugere que a Europa já não pode contar com aliados como os EUA
    1:45

    Mundo

    Depois das cimeiras do G7 e da NATO,e sem nunca mencionar Donald Trump, a chanceler alemã diz que é tempo de cada país tomar conta do próprio destino. As declarações de Angela Merkel foram feitas em Munique numa ação de campanha da CDU e evidenciam incómodo em relação às posições manifestadas pelos EUA.