sicnot

Perfil

País

Cavaco Silva obrigado a promulgar diplomas que vetou

Cavaco Silva obrigado a promulgar diplomas que vetou

À segunda, Cavaco Silva terá mesmo de promulgar os diplomas sobre a adoção por casais do mesmo sexo e sobre a interrupção voluntária da gravidez. O parlamento confirmou, esta tarde, as leis vetadas pelo Presidente da República a 25 de janeiro.

  • Maioria de esquerda vai reconfirmar diplomas vetados por Cavaco
    2:42

    País

    A maioria de esquerda vai reconfirmar, no Parlamento, a aprovação dos diplomas vetados pelo Presidente da República, sobre a adoção por casais do mesmo sexo e outro que revoga as alterações introduzidas à lei do aborto. Após a votação, os diplomas voltarão a Belém e o presidente em exercício fica obrigado a promulgá-los, no prazo de oito dias.

  • Veto do Presidente "não é surpresa", o CDS "partilha algumas reservas" de Cavaco
    0:35

    País

    O CDS acredita que o veto do Presidente da República (PR) era previsível. Cecília Meireles diz que muitas das reservas de Cavaco Silva são partilhadas pelo partido. O PR travou as alterações à interrupção voluntária da gravidez e a adoção por casais do mesmo sexo. Cavaco Silva decidiu remeter os temas de novo ao Parlamento. No caso adoção por casais do mesmo sexo, o PR duvida que a lei defenda o superior interesse da criança.

  • PS não compreende vetos de Cavaco
    0:49

    País

    Os dois diplomas hoje vetados pelo Presidente da República regressam agora ao Parlamento. Com maioria parlamentar, a esquerda deverá confirmar a aprovação de ambos os documentos, adoção por casais do mesmo sexo e alterações à lei do aborto. O vice-presidente da banca socialista disse não compreender a decisão de Cavaco Silva.

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.